Imprensa livre e independente
05 de julho de 2019, 12h52

Advogado defende suspeição de Fachin após Vaza Jato

"Fachin terá sua suspeição arguida no STF e será escolhido um ministro relator, dependendo da relatoria, poderá ser suspeito logo de pronto", publicou no Twitter o advogado Adriano Argolo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
O advogado Adriano Argolo usou as redes sociais para comentar a reportagem da Vaza Jato publicada na edição desta sexta-feira (5) da Revista Veja e pediu que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva peça a suspeição do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. “Fachin é um ministro absolutamente suspeito! Defesa do Lula deverá arguir a suspeição do ministro Fachin imediatamente. Fachin terá sua suspeição arguida no STF e será escolhido um ministro relator, dependendo da relatoria, poderá ser suspeito logo de pronto. Pega”, publicou no Twitter. Fachin é um ministro absolutamente suspeito! Defesa...

O advogado Adriano Argolo usou as redes sociais para comentar a reportagem da Vaza Jato publicada na edição desta sexta-feira (5) da Revista Veja e pediu que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva peça a suspeição do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

“Fachin é um ministro absolutamente suspeito! Defesa do Lula deverá arguir a suspeição do ministro Fachin imediatamente. Fachin terá sua suspeição arguida no STF e será escolhido um ministro relator, dependendo da relatoria, poderá ser suspeito logo de pronto. Pega”, publicou no Twitter.

Nas mensagens, Fachin aparece sendo exaltado pelo procurador do MPF Deltan Dallagnol, que, como um torcedor, disse “Aha uhu, o Fachin é nosso”, após encontro privado com o ministro da Segunda Turma do Supremo.

Veja também:  Bispo licenciado da Universal e Advogado-Geral da União entram na lista para ministro "terrivelmente evangélico" do STF

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum