Imprensa livre e independente
26 de agosto de 2018, 12h57

Aécio reúne seis pessoas e uma assessora em primeiro encontro de campanha

Reunião foi realizada em uma fazenda isolada na região de Teófilo Otoni, que fica a 446 quilômetros de Belo Horizonte

A trajetória política de Aécio Neves (PSDB), o seu envolvimento no golpe de 2016 e denúncias de participação em escândalos de corrupção trouxeram consequências para o mineiro. A primeira reunião com apoiadores de sua campanha a deputado federal por Minas Gerais, realizada em uma fazenda isolada, próxima à cidade de Teófilo Otoni, região do Jequitinhonha, a 446 quilômetros de Belo Horizonte, contou com a participação de apenas seis pessoas e uma assessora. O encontro ocorreu na manhã deste sábado (25). Para chegar ao local, de difícil acesso, a pessoa precisava percorrer 2 quilômetros de estrada de terra. Tanto que o...

A trajetória política de Aécio Neves (PSDB), o seu envolvimento no golpe de 2016 e denúncias de participação em escândalos de corrupção trouxeram consequências para o mineiro. A primeira reunião com apoiadores de sua campanha a deputado federal por Minas Gerais, realizada em uma fazenda isolada, próxima à cidade de Teófilo Otoni, região do Jequitinhonha, a 446 quilômetros de Belo Horizonte, contou com a participação de apenas seis pessoas e uma assessora. O encontro ocorreu na manhã deste sábado (25).

Para chegar ao local, de difícil acesso, a pessoa precisava percorrer 2 quilômetros de estrada de terra. Tanto que o convite para a reunião tinha orientações sobre como chegar na Fazenda Téo Barbosa. “A fazenda fica a 5km de Teófilo Otoni, em frente ao motel Dallas, na BR-116 (depois do Posto Teófilo Otoni). Depois de chegar na entrada, basta seguir por 2km em estrada de terra até a fazenda”.

Até o momento, Aécio tem fugido de atos políticos na capital mineira e também não vem participando das campanhas de seu amigo Antonio Anastasia (PSDB), que disputa o governo estadual, e de Geraldo Alckmin, candidato tucano à presidência da República. No início oficial da campanha, Aécio não organizou nenhuma agenda pública.

Veja também:  Bolsonaro justifica fala contra nordestinos e chama general que o criticou de "melancia"

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum