Imprensa livre e independente
18 de julho de 2016, 12h11

Agência francesa alerta para planos de ataque do Estado Islâmico no Brasil

De acordo com a Agência de Inteligência do governo francês, haveria planos de ataque do grupo durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro.

De acordo com a Agência de Inteligência do governo francês,  haveria planos de atentados do grupo durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro Por Redação Para a Agência de Inteligência do governo francês, um brasileiro estaria entre os envolvidos nos ataques terroristas contra a França em 2015 e haveria planos do Estado Islâmico contra a delegação francesa durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro. De acordo com a agência, que divulgou um novo relatório oficial na última semana, o brasileiro pode ter sido treinado em bases do grupo no Oriente Médio. É provável que ele estivesse fora do Brasil e já tenha sido detido. As Olimpíadas começam...

De acordo com a Agência de Inteligência do governo francês,  haveria planos de atentados do grupo durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro

Por Redação

Para a Agência de Inteligência do governo francês, um brasileiro estaria entre os envolvidos nos ataques terroristas contra a França em 2015 e haveria planos do Estado Islâmico contra a delegação francesa durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro.

De acordo com a agência, que divulgou um novo relatório oficial na última semana, o brasileiro pode ter sido treinado em bases do grupo no Oriente Médio. É provável que ele estivesse fora do Brasil e já tenha sido detido.

As Olimpíadas começam no próximo dia 5 e seguem até 21 de agosto. A segurança no Rio de Janeiro foi reforçada e um contingente extra de mil homens de São Paulo foi convocado para atuar no estado.

A Agência Brasileira de Inteligência, ABIN, elevou o risco contra o Estado Islâmico e aponta que alertas não devem ser ignorados. A preocupação se baseia no número de brasileiros que se juntaram ao grupo extremista.

Veja também:  Exército barra a entrada de indígenas em suas próprias terras no Amazonas

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum