Imprensa livre e independente
05 de julho de 2019, 09h07

“Aha uhu o Fachin é nosso”, comemora Dallagnol após encontro com ministro em 2015

Reportagem da revista Veja, em parceria com o site The Intercept, divulgada nesta sexta-feira (5), diz que nas conversas via Telegram, os procuradores da Lava Jato assumem várias vezes o "tom de arquibancada", ao comemorar cada lance da batalha contra os inimigos

Dallagnol e Fachin (Montagem)
Reportagem da revista Veja, em parceria com o site The Intercept, divulgada nesta sexta-feira (5), diz que nas conversas via Telegram, os procuradores da Lava Jato assumem várias vezes o “tom de arquibancada”, ao comemorar cada lance da batalha contra os inimigos. Chefe da força-tarefa, Deltan Dallagnol envia mensagem exultante aos colegas após reunião com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, no dia 13 de julho de 2015. “Caros, conversei 45 m com o Fachin. Aha uhu o Fachin é nosso”, relata Dallagnol. Renato Rovai, editor da Fórum, comenta no vídeo abaixo essa nova reportagem da parceria...

Reportagem da revista Veja, em parceria com o site The Intercept, divulgada nesta sexta-feira (5), diz que nas conversas via Telegram, os procuradores da Lava Jato assumem várias vezes o “tom de arquibancada”, ao comemorar cada lance da batalha contra os inimigos.

Chefe da força-tarefa, Deltan Dallagnol envia mensagem exultante aos colegas após reunião com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, no dia 13 de julho de 2015.

“Caros, conversei 45 m com o Fachin. Aha uhu o Fachin é nosso”, relata Dallagnol.

Renato Rovai, editor da Fórum, comenta no vídeo abaixo essa nova reportagem da parceria The Intercept e Veja. Assista

Veja também:  Léo Índio, primo de Carlos Bolsonaro, monta "comando de caça a comunistas" particular e faz dossiês para o governo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags