Imprensa livre e independente
19 de fevereiro de 2019, 18h00

Alheio ao laranjal do PSL, deputado do Ceará vai ao TSE pedir a extinção do PT

“Protocolado no TSE, pedido de cancelamento do registro do partido dos trabalhadores. Acabar com esse partido que se tornou uma organização criminosa há muito tempo!”, tuitou Heitor Freire, esquecendo a crise do atual governo

Foto: Reprodução/Facebook
O PSL, partido de Jair Bolsonaro, está mergulhado em seguidos escândalos, entre eles, o esquema envolvendo repasses a candidatas laranjas da sigla, durante as eleições de 2018, que teve como consequência princpal a exoneração do ex-ministro Gustavo Bebianno. Áudios vazados pela Veja, de conversas entre Bolsonaro e Bebianno, nesta terça-feira (19), aumentam ainda mais a crise no governo. No entanto, alheio a essas questões, o deputado federal Heitor Freire, justamente do PSL, protocolou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido de extinção do PT. Ele alega que o partido “se tornou uma organização criminosa há muito tempo”. Pelo Twitter, ele tentou...

O PSL, partido de Jair Bolsonaro, está mergulhado em seguidos escândalos, entre eles, o esquema envolvendo repasses a candidatas laranjas da sigla, durante as eleições de 2018, que teve como consequência princpal a exoneração do ex-ministro Gustavo Bebianno. Áudios vazados pela Veja, de conversas entre Bolsonaro e Bebianno, nesta terça-feira (19), aumentam ainda mais a crise no governo.

No entanto, alheio a essas questões, o deputado federal Heitor Freire, justamente do PSL, protocolou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido de extinção do PT. Ele alega que o partido “se tornou uma organização criminosa há muito tempo”.

Pelo Twitter, ele tentou justificar a iniciativa: “Protocolado no TSE, pedido de cancelamento do registro do partido dos trabalhadores. Pedido de Extinção do PT !! Acabar com esse partido que se tornou uma organização criminosa há muito tempo!”, escreveu, esquecendo a crise do atual governo.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Veja também:  Morre Chico de Oliveira, sociólogo e fundador do PT

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum