Imprensa livre e independente
17 de junho de 2019, 09h18

Aliados de Guaidó são acusados de desviar recursos de ajuda humanitária à Venezuela

O grupo seria liderado por Humberto Calderón Berti, um político designado pelo autoproclamado presidente como “embaixador da Venezuela na Colômbia”, e também contaria com outros cinco integrantes, todos eles parte do partido Vontade Popular, o mesmo de Guaidó.

Foto: Reprodução/Supuesto Negado
Uma investigação realizada pelo PanAm Post, assinada pelo jornalista Orlando Avendaño, afirma que um grupo de representantes de Juan Guaidó – o deputado que se autoproclamou presidente da Venezuela em janeiro passado – teria atuado para desviar fundos destinados à ajuda humanitária para a Venezuela. A reportagem do meio latino-americano (embora com sede em Miami), fala em uma série de irregularidades cometidas, incluindo “desvio de dinheiro, fraude, manipulação de cifras e inclusive ameaças aos que tentaram impedir que eles pudessem desfrutar de seus luxos”. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo...

Uma investigação realizada pelo PanAm Post, assinada pelo jornalista Orlando Avendaño, afirma que um grupo de representantes de Juan Guaidó – o deputado que se autoproclamou presidente da Venezuela em janeiro passado – teria atuado para desviar fundos destinados à ajuda humanitária para a Venezuela. A reportagem do meio latino-americano (embora com sede em Miami), fala em uma série de irregularidades cometidas, incluindo “desvio de dinheiro, fraude, manipulação de cifras e inclusive ameaças aos que tentaram impedir que eles pudessem desfrutar de seus luxos”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O grupo seria liderado por Humberto Calderón Berti, um político designado por Guaidó como “embaixador da Venezuela na Colômbia” – aliás, sendo reconhecido pelo presidente da nação vizinha, o ultradireitista Ivan Duque.

Também participariam do esquema os deputados José Manuel Olivares e Gaby Arellano, aliados de Guaidó na Assembleia Nacional venezuelana, além de Rossana Barrera e Kevin Rojas, dois enviados por Guaidó a Cúcuta para prestar serviços aos venezuelanos que entram em território colombiano. Todos os envolvidos fazem parte do partido Vontade Popular, o mesmo de Guaidó.

Veja também:  General Heleno diz que Carlos Bolsonaro é "extremamente traumatizado"

Os cinco são acusados de se apropriar dos recursos da “ajuda humanitária” à Venezuela, usando-o para pagar suas estadias em hotéis de luxo na cidade de Cúcuta (próxima à fronteira entre os dois países), além de oferecer o mesmo a militares venezuelanos dispostos a desertar.

Neste fim de semana, o diplomata uruguaio Luis Almagro, secretario-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), solicitou uma investigação para esclarecer “as graves denúncias apresentadas pelo PanAm Post”. Segundo ele, “não é possível uma democratização da Venezuela se esta se vê opacada por atos de corrupção, por isso é preciso exigir uma rendição de contas e determinar as responsabilidades caso se confirmem os ilícitos”.

Com informações do PanAm Post e do portal RT.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum