Imprensa livre e independente
10 de abril de 2017, 19h07

Alunos de medicina do Espírito Santo são acusados de apologia ao estupro

Jovens aparecem em uma foto com a hashtag #PintosNervosos vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à genitália feminina; informação é de que eles seguiriam especialização na área de ginecologia Por Redação Alunos de medicina da Universidade de Vila Velha (UVV) foram denunciados pelo Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) ao Conselho Regional de Medicina (CRM-ES) por acusação de apologia ao estupro. Os jovens aparecem em uma foto publicada na internet vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à...

Jovens aparecem em uma foto com a hashtag #PintosNervosos vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à genitália feminina; informação é de que eles seguiriam especialização na área de ginecologia

Por Redação

Alunos de medicina da Universidade de Vila Velha (UVV) foram denunciados pelo Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) ao Conselho Regional de Medicina (CRM-ES) por acusação de apologia ao estupro. Os jovens aparecem em uma foto publicada na internet vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à genitália feminina.

Uma dela foi postada no perfil do Instagram de um dos estudantes com a legenda “#PintosNervosos”. Em nota, a Universidade afirmou que “repudia qualquer tipo de ofensa a uma profissão tão importante e fundamental como a medicina”.

Segundo a instituição, será instaurada uma comissão de sindicância para apuração dos fatos e possível punição, caso fique provado que eles desrespeitaram as normas e códigos de ética que regulamentam as ações dos alunos. A informação é de que os estudantes seguiriam especialização na área de ginecologia, o que não chegou a ser confirmado pela UVV.

Veja também:  Assista ao vídeo das 10 medidas para o qual Dallagnol pediu recursos ilegais a Moro

Foto: Reprodução/Instagram

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum