Blogs

03 de junho de 2018, 12h53

Ana Paula do Vôlei provoca Boulos e toma uma cortada indefensável

"Entendo que esteja chateada com a política: deve ser duro lembrar todo dia que fez campanha pro Aécio em nome do combate a corrupção, né?", respondeu Boulos à ex-jogadora que fez campanha para o tucano em 2014

A ex-jogadora de vôlei Ana Paula Henkel se tornou uma militante de direita, do Estado mínimo e anti-petista. Bem ativa em seu twitter, ela decidiu provocar o pré-candidato à presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos. Tudo começou com um tuíte onde ela mostra desconhecer a história de luta do ativista político e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Revelando ainda que desconhece a Constituição do Brasil, que, em seu artigo 6º assegura o direito à propriedade, mas estabelece que ela precisa cumprir uma função social.

“Da série ‘jabuticabas brasileiras para yankees no café da manhã’: explique quem Boulos é, o que Boulos faz e que uma pessoa como Boulos é candidato à presidência do Brasil”, postou Ana Paula. O pré-candidato respondeu que ela poderia acessar seu site ou procurá-lo pra conversar. “Quanto aos Yankees, não se preocupe em explicar pra eles. Peça para que eles expliquem porque elegeram Trump”, rebateu.

Não satisfeita, Ana Paula, que vive nos Estados Unidos, voltou a provocar: “Tds nós já sabemos pq vc não será eleito em hipótese alguma. Qto aos yankees, eles elegeram Trump para que pessoas como vc, com suas ideias que vão contra tudo que é verdadeiramente democrático, nem passe perto da sociedade americana”.

Veja também:  Doria defende Moro usando a lógica de que os fins justificam os meios

Mas Boulos deu uma cortada indefensável, lembrando que Ana Paula fez campanha para Aécio Neves em 2014, quando foi derrotado nas urnas por Dilma Rousseff. “Agradeço os votos de confiança . Espero que sirvam mais do que serviu seu empenho para eleger o Aécio Neves. E entendo que esteja chateada com a política: deve ser duro lembrar todo dia que fez campanha pro Aécio em nome do combate a corrupção, né?”

Réu por corrupção, Aécio Neves é alvo de oito investigações no Supremo Tribunal Federal (STF) e está envolvido em pelo menos 14 escândalos. Entre as acusações, teria recebido R$ 60 milhões da JBS e participado de esquema de propina em diretorias da estatal Furnas Centrais Elétricas, por meio do pagamento de propina por empresas contratadas pela estatal.

Ana Paula ainda tentou dizer que o pré-candidato não saia da timeline dela, “querendo um empurrãozinho”. Mas os internautas não a deixaram mentir. “Ao que consta, foi você quem falou dele primeiro, não?” “Fofa, foi você quem chamou o cara aqui. Ele tem todo direito de responder seus ataques de raivinha.”

Veja também:  Com recessão à vista, governo Bolsonaro reduz projeção do PIB em 2019 de 1,6% para 0,81%

Confira abaixo um vídeo onde a ex-jogadora apoia Aécio e a seguir a sequência de tuítes.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum