Imprensa livre e independente
05 de janeiro de 2018, 16h39

Após demissão da Globo por declarações racistas, William Waack pode acertar com a Jovem Pan

Jornalista, recentemente dispensado depois de vazamento de vídeo, passou a manhã desta sexta (5) na sede da emissora de rádio, em São Paulo, segundo a coluna de Flávio Rico, do UOL.

Jornalista, recentemente dispensado depois de vazamento de vídeo, passou a manhã desta sexta (5) na sede da emissora de rádio, em São Paulo, segundo a coluna de Flávio Rico, do UOL. Da Redação* Depois de ter sido deixado a bancada do Jornal da Globo e demitido da emissora, em consequência do vazamento de um vídeo no qual tece comentários racistas, o jornalista William Waack pode estar mudando de veículo, ou seja, trocando a televisão pelo rádio. O âncora passou a manhã desta sexta-feira (5) na sede da Jovem Pan, em São Paulo. Ajude a Fórum a fazer a cobertura do...

Jornalista, recentemente dispensado depois de vazamento de vídeo, passou a manhã desta sexta (5) na sede da emissora de rádio, em São Paulo, segundo a coluna de Flávio Rico, do UOL.

Da Redação*

Depois de ter sido deixado a bancada do Jornal da Globo e demitido da emissora, em consequência do vazamento de um vídeo no qual tece comentários racistas, o jornalista William Waack pode estar mudando de veículo, ou seja, trocando a televisão pelo rádio. O âncora passou a manhã desta sexta-feira (5) na sede da Jovem Pan, em São Paulo.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

De acordo com a coluna de Flávio Rico, do UOL, existem boas possibilidades de que haja um acerto com a emissora. Por enquanto, a Rádio Jovem Pan despista e nega o encontro.

*Com informações da coluna de Flávio Rico, do UOL, com colaboração de José Carlos Nery

Foto: Reprodução

Veja também:  Renan Calheiros ironiza e pede que Dallagnol faça delação premiada: "Não dá lucro como as palestras, mas estanca o prejuízo"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum