Imprensa livre e independente
24 de outubro de 2018, 16h52

Após fala de Brown, Haddad dispara: “Eu convivo com críticas. Bolsonaro, não”

Rapper, apesar de ter declarado voto em Haddad, disse que "se nós somos o partido dos Trabalhadores, o partido do povo, nós temos que entender o que o povo quer"; petista aceitou a crítica e aproveitou para questionar a postura de Bolsonaro, que já chegou a ameaçar a oposição caso seja eleito

Foto: Ricardo Stuckert
O candidato Fernando Haddad (PT), após ouvir críticas de apoiadores como Cid Gomes e Mano Brown, questionou a postura antidemocrática de seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), em uma postagem feita nesta quarta-feira (24) nas redes sociais. Em um discurso recente, o capitão da reserva chegou a fazer ameaças de prisão, caso eleito, aos seus opositores. “Vamos varrer do mapa esses bandidos vermelhos do Brasil”, disse. “Bolsonaro acha estranho que eu tenha eleitores críticos como Mano Brown e Cid Gomes. Bolsonaro estranha porque não admite críticas. Eu convivo com críticas e um governo democrático convive com críticas. Bolsonaro não”, escreveu o...

O candidato Fernando Haddad (PT), após ouvir críticas de apoiadores como Cid Gomes e Mano Brown, questionou a postura antidemocrática de seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), em uma postagem feita nesta quarta-feira (24) nas redes sociais. Em um discurso recente, o capitão da reserva chegou a fazer ameaças de prisão, caso eleito, aos seus opositores. “Vamos varrer do mapa esses bandidos vermelhos do Brasil”, disse.

“Bolsonaro acha estranho que eu tenha eleitores críticos como Mano Brown e Cid Gomes. Bolsonaro estranha porque não admite críticas. Eu convivo com críticas e um governo democrático convive com críticas. Bolsonaro não”, escreveu o petista em sua postagem.

Na noite desta terça-feira (23), o cantor Mano Brown, apesar de ter declarado voto em Haddad, subiu ao palco cheio de petistas no Rio de Janeiro e criticou o partido. “A cegueira que atinge lá, atinge aqui também”, afirmou o músico, que foi vaiado por parte da plateia.

Veja também:  Diplomata, Marcelo Calero dispara contra fala de Bolsonaro sobre embaixadores brasileiros

Além disso, Brown também disse que “se nós somos o partido dos Trabalhadores, o partido do povo, nós temos que entender o que o povo quer”. Por conta disso, Bolsonaro se sentiu a vontade em compartilhar o vídeo do cantor dizendo que concordava com suas palavras.

Antes da postagem questionando a postura de seu adversário, Haddad já havia se pronunciado sobre a fala de Brown e aceitado as críticas do cantor. “Mano Brown tem toda a razão. Vamos voltar para a base pra governar o Brasil”, escreveu.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum