Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2019, 20h48

Após polêmica do caso Queiroz, Roger Moreira minimiza e diz que sua luta é contra o comunismo

Antes disso, cantor havia postado que achava a decisão que suspendeu as investigações contra Queiroz “um absurdo”. “Satisfeitos?”, questionou

Foto: Reprodução/YouTube Alguns correligionários de Jair Bolsonaro estranharam ou não concordaram com o pedido de Flávio Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), no sentido de suspender as investigações contra Fabrício Queiroz. No entanto, um de seus apoiadores, o cantor Roger Moreira, minimizou, desvirtuou a questão e resolveu destilar seu ódio ao comunismo, via Twitter. “Na verdade, como já disse uma centena de vezes, minha luta é contra o comunismo. A corrupção é mais difícil, o brasileiro é muito corrupto. Mas acabando com o socialismo diminui bem a corrupção”. Na verdade, como já disse uma centena de vezes, minha luta é...

Foto: Reprodução/YouTube

Alguns correligionários de Jair Bolsonaro estranharam ou não concordaram com o pedido de Flávio Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), no sentido de suspender as investigações contra Fabrício Queiroz. No entanto, um de seus apoiadores, o cantor Roger Moreira, minimizou, desvirtuou a questão e resolveu destilar seu ódio ao comunismo, via Twitter.

“Na verdade, como já disse uma centena de vezes, minha luta é contra o comunismo. A corrupção é mais difícil, o brasileiro é muito corrupto. Mas acabando com o socialismo diminui bem a corrupção”.


Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Antes disso, ao responder comentários de internautas que cobravam seu posicionamento, tuitou:

Veja também:  Flávio Bolsonaro usa fake news e faz tabelinha com Moro no Senado

“Como os esquerdinhas acham que venceram alguma coisa com o arquivamento temporário da investigação do Queiroz e ainda por cima julgam que me desmoralizam com isso, aqui vai: acho um absurdo. Deveriam esclarecer isso de uma vez por todas. Satisfeitos, idiotas?”, escreveu o vocalista do Ultraje a Rigor.


Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum