Imprensa livre e independente
05 de dezembro de 2017, 08h14

Atriz da Globo relata racismo em loja: “Viu o preço?”

Erika Januza vive a personagem Raquel, que também sofre racismo na novela da Globo “O Outro Lado do Paraíso”

Erika Januza vive a personagem Raquel, que também sofre racismo na novela da Globo “O Outro Lado do Paraíso” Da Redação* A atriz mineira de 32 anos, Erika Januza, que está em cartaz na novela da Globo, “O Outro Lado do Paraíso”, denunciou em seu Twitter um caso de racismo que sofreu durante as compras. “Hoje fui a uma loja, já havia escolhido o produto e o atendente me falou assim: ‘Viu o preço?’. E me apontou a etiqueta com o dedo. Dai eu disse: ‘Sim!’. Ele: ‘Vai querer parcelar em quantas vezes?’. Eu disse: ‘Não, será a vista mesmo’....

Erika Januza vive a personagem Raquel, que também sofre racismo na novela da Globo “O Outro Lado do Paraíso”

Da Redação*

A atriz mineira de 32 anos, Erika Januza, que está em cartaz na novela da Globo, “O Outro Lado do Paraíso”, denunciou em seu Twitter um caso de racismo que sofreu durante as compras. “Hoje fui a uma loja, já havia escolhido o produto e o atendente me falou assim: ‘Viu o preço?’. E me apontou a etiqueta com o dedo. Dai eu disse: ‘Sim!’. Ele: ‘Vai querer parcelar em quantas vezes?’. Eu disse: ‘Não, será a vista mesmo’. Será que estou louca? Acho que sim…”, postou Erika.

Nos comentários do microblog, Erika recebeu situações vividas por outras pessoas negras. “Já passei por isso, escolhi o produto e a vendedora achou caro, logo me oferecendo um mais barato.  Eu apenas disse: ‘quero esse e mais aquele, ah, e à vista’. Quando fiz o pagamento, separei o que escolhi primeiro pra mim e dei o segundo de presente a ela. Acho que ela entendeu”, relatou uma internauta.

Veja também:  Ney Matogrosso: Sociedade brasileira é mais homofóbica hoje do que na época do Secos & Molhados

“Eu já pedi um vinho e o garçom “me alertou ” que era caro. Pedi um mais caro ainda! Ah… é pago minhas compras sempre à vista! E histórias de loja, como essa, coleciono algumas! Mas racismo é mimimi, não é, Brasil?!”, contou outra.

Muitos seguidores ficaram indignados e enviaram diversas mensagens à atriz. “E você comprou o produto da loja? Eu não compraria. Iria em outra loja”, questionou uma moça. “Ah comprei! Comprei e paguei a vista! E agradeci!”, respondeu Erika.

A atriz ainda recebeu mensagens como “como tem gente asquerosa no mundo… e tem gente que diz que isso não acontece”, “difícil conviver com este tipo de gente!” e “isso é muito constrangedor. Triste saber que o mundo tá cheio de pessoas assim”.

*Com informações da revista Quem Acontece

Foto: Instagram

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum