Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum. Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

  • Cartas do Pai: “Voto Nulo”

    Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: Ignorar a luta de tanta gente pra podermos escolher quem vai estar lá em cima e simplesmente dizer: Tanto faz!

  • Cartas do Pai: Guerra da Vacina

    Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: Se não bastasse tudo que já fez (e não fez) durante a pandemia, o presidente, que se gaba de ter como ofício matar, agora quer guerra com os EUA.

  • Cartas do Pai: “Estupro Culposo”

    Na coluna Cartas do Pai, Ivan Cosenza extravasa sua indignação com o caso que revoltou o Brasil. Não existe estupro culposo e, ao que parece, também não há justiça por aqui.

  • Cartas do Pai: “Cursos Online”

    Em sua coluna Cartas do Pai, Ivan Cosenza comenta cursos online inusitados que apareceram com a pandemia e sugere um mais que necessário: um curso para aprender a votar

  • Cartas do Pai: “Corrupção Zero”

    Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: "Estamos presenciando o que nenhum governo em lugar nenhum no mundo, em toda a história da humanidade, jamais conseguiu! Acabou a corrupção no Brasil!!"

  • Cartas do Pai: “O Pai Da Mafalda”

    Ivan Cosenza conta na coluna Cartas do Pai que seu pai, Henfil, foi o responsável por traduzir as primeiras tirinhas da Mafalda no Brasil, e que chegou a conversar com Quino sem saber com quem estava falando; confira

  • Cartas do Pai: “BolsoNero”

    Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: A última grande operação contra desmatamento foi divulgada pela imprensa e, na mesma semana, o Nero brasileiro demitiu o responsável pela operação

  • Cartas do Pai: “A Gripe do Pasquim”

    Em sua coluna na Fórum, Ivan Cosenza relembra um episódio curioso de quando prenderam a equipe do Pasquim, jornal onde trabalhava seu pai, o cartunista Henfil

  • Cartas do Pai: “Falsos patriotas”

    Anteontem foi o Dia da Independência, e percebi que muita gente comemorou duas vezes este ano. Comemoraram 4 de Julho e agora, de novo, em 7 de Setembro. O curioso é que nas duas comemorações o que se viu foi a bandeira dos Estados Unidos

  • Cartas do Pai: “Inaugurando Obra Alheia”

    Em sua coluna Cartas do Pai, Ivan Cosenza lembra de um "causo" de Natal de uma tia que assumiu a autoria de um prato feito por outra parente, tal como Bolsonaro vem fazendo com obras de governos anteriores

  • Cartas do Pai: “89 mil da Micheque”

    Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: "Lembra quando um generalzinho, no meio de uma coletiva, deu um piti e agrediu um repórter ao vivo?"