Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum. Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

  • Cartas do Pai: Filme do Henfil

    Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza fala sobre a importância de preservar o patrimônio cultural brasileiro, especialmente em tempos de bolsonarismo

  • Cartas do Pai: Talibã Brasileiro

    "Os membros do Talibã são preconceituosos e perseguem mulheres, homossexuais, não aceitam ideias contrárias e adoram armas. Qualquer semelhança com os que ocupam o poder aqui não é mera coincidência"

  • Cartas do Pai: Queimando Filme

    Ivan Cosenza, filho de Henfil, faz triste constatação ao pai: "Semana passada um incêndio destruiu grande parte da Cinemateca Brasileira, e o original do seu filme pode ter sido perdido para sempre"

  • Cartas do Pai: Contas da democracia

    Em mais uma crônica, Ivan Cosenza de Souza diz: “Somos livres para comprar carne, mas não temos dinheiro pra comprar”

  • Cartas do Pai: Seguindo o vento

    Em nova crônica, Ivan Cosenza de Souza fala sobre o embarque do centrão no governo Bolsonaro: "Se ventar pra esquerda eles vão juntos! Se ventar pra direita, olha lá eles indo de novo!"

  • Cartas do Pai: Médico faz tudo

    Ivan Cosenza de Souza comenta os problemas intestinais de Bolsonaro: “Afinal de contas, de onde vem tanta merda?”

  • Cartas do Pai: Vacina Superfaturada

    Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza fala do negócio da Índia que o Brasil ia fazer comprando a vacina Covaxin a preço de ouro

  • Cartas do Pai: Amarelona

    Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza mostra como foi mudar da euforia à decepção com a nova amarelada da Seleção.

  • Cartas do Pai: Conselho de Medicina

    Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza pensou no seguinte: e se um médico fosse proibido de receitar remédios sem eficácia? Bem... Isso já é proibido

  • Cartas do Pai: Lá No Posto

    Ivan Cosenza espera que Bolsonaro continue seguindo os passos de Mussolini... Até o final!