Avatar de Marcelo Uchôa

Marcelo Uchôa

Mestre e doutor em Direito Constitucional. Professor de Direito Internacional Público da Universidade de Fortaleza/UNIFOR. Advogado de Uchôa Advogados Associados. Membro da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia - ABJD/CE. E-mail: [email protected]

  • Boa-fé não, impeachment!

    Acreditar na boa-fé de Jair Bolsonaro não é uma questão de generosidade ou de prova de comportamento elevado. Bolsonaro é um Canalha com C maiúsculo

  • Um sociopata na Presidência – Por Marcelo Uchôa

    Diante das adversidades, o presidente, ciente de sua incapacidade de agir como líder, qualidade que jamais terá pela ausência de formação intelectual, conteúdo moral e até mesmo pelos modos, parte para o tudo ou nada inventando um suposto complô generalizado, arquitetado para derrotá-lo via eleições fraudadas em 2022

  • Walter Delgatti, herói sim! – Por Marcelo Uchôa

    Urge anistiar Delgatti e os denunciados no âmbito da Operação Spoofing, porque o seu interesse não foi outro senão ajudar o Brasil, livrando-lhe da tirania do imperialismo. Nunca foi o de prejudicar a pátria.

  • Moro, o antijuiz – Por Marcelo Uchôa

    Um juiz de verdade conhece o seu lugar no tribunal. O juiz está sobre as partes ou entre as partes, jamais sobre uma parte a serviço da outra. A imparcialidade é a pedra angular da função judicial

  • Vacina e impeachment, já! – Por Marcelo Uchôa

    A vacina é fundamental, mas não é suficiente. Ela porá fim ao pesadelo da pandemia, mas somente o impeachment dará início à possibilidade de construção de um novo Brasil.

  • Boicote no Natal, por Marcelo Uchôa

    O objetivo desse texto é apenas convidar os consumidores, aproveitando que se está às vésperas do Natal, há muito convertido em farra de compra e venda, a refletir sobre a importância de um agir ético na hora do exercício da aquisição

  • Moro, o desavergonhado…, por Marcelo Uchoa

    O que esperar de um ex-juiz que agiu seletivamente durante uma operação judicial para prejudicar um partido político? Que se contorceu para condenar um ser humano inocente apenas pelo ódio e o desejo de pôr abaixo um projeto exitoso de inclusão social?

  • Por que cortaram Trump na TV?

    Em qualquer país minimamente decente o direito à liberdade de expressão jamais será interpretado como licença absoluta para proferir a estupidez

  • STOP THE COUNT!

    Que as diversas instâncias judiciárias acionadas nos Estados Unidos compreendam que o que busca Donald Trump, nesse momento, é desdenhar da Justiça, ato contínuo, fazendo de tolo o eleitor. A consequência inevitável do expediente, para além da perda na confiança das instituições, será o acirramento dos ânimos da população.

  • 1
  • 2