Entrevista exclusiva com Lula

#admin

30 de julho de 2017, 11h49

Venezuela elege Assembleia Constituinte hoje

Em defesa da democracia e do direito de auto-determinação, venezuelanos elegem os membros da Assembleia que promete tirar o país do impasse



14 de julho de 2017, 09h26

Senador

Márcio Baraldi é conhecido como o “cartunista mais rock’n’roll” do Brasil por sua especialidade em retratar o mundo roqueiro. Desenhista desde a infância, é o maior vencedor de um dos mais importantes prêmios do gênero no país, o Prêmio Angelo Agostini, em que ele já venceu como melhor cartunista. Confira mais do seu trabalho em […]


06 de julho de 2017, 09h49

Vilões


21 de junho de 2017, 15h07

Charge Pato atolado

Márcio Baraldi é conhecido como o “cartunista mais rock’n’roll” do Brasil por sua especialidade em retratar o mundo roqueiro. Desenhista desde a infância, é o maior vencedor de um dos mais importantes prêmios do gênero no país, o Prêmio Angelo Agostini, em que ele já venceu como melhor cartunista. Confira mais do seu trabalho em […]


26 de maio de 2017, 15h10

Crack São Paulo

Por Mundano


23 de maio de 2017, 14h19

Walking Temer


27 de abril de 2017, 14h16

Greve Geral 2017


21 de abril de 2017, 16h18

Marine Le Pen cresce na única pesquisa feita após o atentado em Paris

Le Pen continua em em segundo, mas agora com 23% e um ponto percentual a mais em relação a última sondagem.


28 de março de 2017, 14h25

Charge ilustra carteira trabalho

Márcio Baraldi é conhecido como o “cartunista mais rock’n’roll” do Brasil por sua especialidade em retratar o mundo roqueiro. Desenhista desde a infância, é o maior vencedor de um dos mais importantes prêmios do gênero no país, o Prêmio Angelo Agostini, em que ele já venceu como melhor cartunista. Confira mais do seu trabalho em […]


19 de maio de 2015, 00h43

como fazer piadas de gay

toda piada é do contra. a questão é: contra quem?


18 de maio de 2015, 22h45

eu fiz um aborto

sou uma mulher normal, e fiz um aborto.


15 de maio de 2015, 14h23

a utopia feminista está no campo

nos filmes e seriados, na história do mundo, na sociedade a nossa volta, só o que vemos são guerras, intrigas e traições. será possível existir uma sociedade pacífica e livre? talvez, para isso ser possível – doa a quem doer – o caminho seja uma sociedade de mulheres no topo da hierarquia social.


28 de agosto de 2014, 23h10

sou mulher, me deixe falar!

a bancada do jornal nacional é um microcosmo do sexismo: o apresentador e editor-chefe interrompeu as candidatas mulheres quatro vezes mais do que os homens. alguém ficou surpresa? —


13 de agosto de 2014, 11h00

o privilégio de não representar toda sua classe

pessoas brancas são pessoas. pessoas negras são pessoas negras. homens são pessoas. mulheres são mulheres. e por aí vai. por quanto tempo? •••