#Fórumcast, o podcast da Fórum

#Cesar Castanha

04 de novembro de 2019, 22h12

O outro lugar do melodrama em “A vida invisível”

Cesar Castanha: "A relação do filme com o cinema sirkiano não se resolve na possibilidade de subversão do segundo pelo primeiro. É preciso pensar mais nos termos de uma aderência que se apropria do que é oferecido como arquivo do gênero, mas que está pronto para corromper esse arquivo"


18 de outubro de 2019, 00h06

O novo “X” de “House of X” e “Powers of X”

Cesar Castanha: “Quando lemos 'House of X' e 'Powers of X', somos convidados a imaginar essa utopia que não nos inclui”


23 de agosto de 2019, 22h36

Bacurau: resistência em luto

Cesar Castanha: “O fascismo é performado em ‘Bacurau’, e a capacidade de encenar esse fascismo, de o colocar em cena, é uma das mais potentes conquistas do filme”


03 de julho de 2019, 12h57

Crescendo longe de casa

Cesar Castanha: "Homem-Aranha é a personificação de tudo o que é idealizado em um herói da Marvel: um personagem evidentemente humano, bem-humorado, fragilizado apenas por sua indisputável constituição moral"


29 de maio de 2019, 21h23

“Rocketman”: o excesso finalmente em cena

Cesar Castanha: “É muito prazeroso ver como 'Rocketman' articula o legado de uma personalidade como Elton John em um filme que dá conta tanto da construção do personagem quanto da sua inventividade”


16 de maio de 2019, 06h00

Dez anos de Milos Morpha: 30 filmes preferidos

No aniversário do blog, Cesar Castanha compartilha uma lista de 30 filmes que “representam o cinema e a crítica de cinema que aqui defendemos"


19 de março de 2019, 22h09

O corpo do outro em “Nós”

Cesar Castanha analisa o filme “Nós”, que tem o bastante para permanecer em nossas lembranças - e em nossa angústia ao encarar o estranho corpo que se apresenta em cada espelho


11 de fevereiro de 2019, 15h53

O crime sem desculpas em “Poderia me perdoar?”

Cesar Castanha aborda o filme que conta a história de Lee Israel, autora norte-americana que forjou 400 cartas de artistas famosos


23 de janeiro de 2019, 23h18

Apanhado do Cinema 2018

Esta lista, afinal, a oitava publicada pelo blog Milos Morpha, nunca se pretende definitiva. Não é nunca o fim, mas a continuidade de uma conversa. Confira


21 de novembro de 2018, 10h17

Entre a perda e a presença, em “Los silencios”

Los silencios, dirigido por Beatriz Seigner, que levou o prêmio de Melhor Direção pelo filme no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, não faz distinções entre realismo e fantasia.


14 de novembro de 2018, 18h00

Uma fantasia habitável em “Inferninho”

Cesar Castanha: “Inferninho” pode convidar uma leitura que entenda o filme como, ao menos, agenciando uma estética do realismo com a sua presente fantasia. Mas não há nada de realista no periférico apresentado”


12 de novembro de 2018, 22h19

Um café e uma conversa com “Temporada”

Cesar Castanha: “Em seus dois longas-metragens, André Novais Oliveira indica um projeto forte e coerente de cinema, que dá continuidade ao que já vinha sendo sugerido em seus excelentes curtas-metragens


30 de outubro de 2018, 21h59

Nasce outra estrela em “Bohemian Rhapsody”

Bohemian Rhapsody (dir. Bryan Singer, 2018) estreia no Brasil nesta semana e o blog Milos Morpha já assistiu e preparou uma resenha crítica; confira


12 de setembro de 2018, 22h56

As masculinidades e os predadores

"O Predador" estreia num momento em que um entendimento mais carismático da masculinidade (ainda que sempre normativo e dotado de uma determinação moral) é disputado em diversos discursos reacionários


29 de agosto de 2018, 23h09

A mulher que olha e as mulheres que são olhadas em “As herdeiras”

Confira, em primeira mão, a resenha de Cesar Castanha sobre o filme paraguaio "As herdeiras", que venceu o Urso de Prata e estreia no Brasil esta semana