Fórumcast, o podcast da Fórum

#Monica Benicio

14 de agosto de 2019, 19h42

Quem tem medo de Marielle Franco?

Monica Benicio: “Marielle representa um projeto comprometido com o combate à desigualdade, com a população mais pobre, favelada, de mulheres, de negros e negras e LGBTIs. Ela fala por muita gente, por nós”


27 de julho de 2019, 10h41

Monica Benício: 500 dias sem Marielle Franco e nenhum minuto de silêncio

Neste sábado (27) Marielle completaria 40 anos: “A luta dela é minha - e que seja a de vocês, em cada espaço ocupado, em tudo que for possível fazer e realizar, em cada organização e enfrentamento, porque nós não seremos interrompidas”


23 de maio de 2019, 16h02

Afirmar-se sapatão é um ato revolucionário: criminaliza, STF. LGBTIfobia, não!

Monica Benicio: “É uma luta histórica que não se iniciou de fevereiro, na primeira votação, para cá. São anos e anos ocupando espaços e construindo coletivamente para avançarmos em nossas conquistas”


14 de março de 2019, 06h00

Lutar como Marielle é não abdicar da esperança

No momento em que as mortes de Marielle Franco e Anderson Gomes completam um ano, Monica Benicio diz: “Se hoje sigo na luta por justiça para ela é pela preservação de sua memória, por uma forma de ainda estarmos juntas”


08 de março de 2019, 06h00

8M: Paralisação internacional das mulheres – pela vida de todas, resistiremos

Para marcar a data, Monica Benicio, em texto para a Fórum, diz: “Nenhum passo atrás será dado, nenhuma voz será interrompida e nenhuma mulher será deixada”


15 de fevereiro de 2019, 19h06

“É a carne negra que fez e faz história, segurando esse país no braço, meu irmão”

Monica Benicio, em novo texto para a Fórum, diz: “Não basta ser contra o racismo, nós temos que enfrentar o racismo e ser antirracistas em nossas práticas diárias”


14 de fevereiro de 2019, 15h57

Marielle Franco, onze meses que a tiraram de nós

Monica Benicio: “Mês que vem completará um ano da execução da Marielle e do Anderson e faço um pedido: ocupem todas as ruas, rompam o silêncio, deem as mãos e vamos estar juntas exigindo justiça”


13 de fevereiro de 2019, 22h49

Combater as violências contra nossos corpos é lutar por justiça social

Monica Benicio aborda a criminalização da homofobia: “A luta anti-homofobia tem que ser paralela ao enfrentamento de outras opressões, como o racismo”


26 de janeiro de 2019, 14h40

Do parlamento ao exílio

Monica Benicio: “A decisão de Jean Wyllys em não ser empossado como deputado federal e exilar-se em outro país, devido à intensificação das ameaças de morte contra sua vida, foi um soco no estômago”


24 de janeiro de 2019, 20h24

Para Jean Wyllys: Sei que seguiremos juntos na luta pela democracia brasileira

Você é o primeiro exilado político do governo neofascista que usurpou o Poder da presidenta eleita. Siga firme. Seu brilho continua a nos inspirar


19 de janeiro de 2019, 15h01

“Paz sem voz não é paz. É medo” (Marcelo Yuka)

Em novo artigo, Monica Benicio diz: “O silenciamento nos oprime, nos angustia. É uma forma de morte. A dor é uma possibilidade de romper o silêncio. Não é algo fácil e não sei se estamos falando de coragem”


14 de janeiro de 2019, 15h35

Nossa família EXISTE

Monica Benicio, em seu novo artigo, diz: “Não há ninguém que possa questionar a legitimidade do meu amor ou da família que nós juntas decidimos formar”


08 de janeiro de 2019, 13h11

O grito dos que não se rendem: “Quem matou Marielle?”

Monica Benicio, sobre os 300 dias do assassinato da ex-vereadora: “Não apresentar resposta a um crime político, bárbaro e hediondo como o de Marielle é, dentre muitas coisas, a confirmação da barbárie que se instaura em nosso país”


14 de novembro de 2018, 15h37

Quem mandou matar Marielle? A pergunta que “quer” ser calada!

Em novo artigo, Monica Benicio diz: “Ninguém vai soltar a mão de ninguém. Eu jamais soltarei a mão daquela que é o grande amor da minha vida. Marielle é atemporal”


06 de outubro de 2018, 17h41

Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira (Che Guevara)

Bolsonaro é um criminoso; no mínimo, deveria responder por apologia ao crime. Trata-se de um psicopata extremamente perigoso. E eu não quero meu país sendo governado por uma pessoa que pregue o ódio, a violência, a intolerância. Ou seja, um fascista