Imprensa livre e independente
20 de junho de 2019, 14h39

Autora de ‘Democracia em Vertigem’ diz que ‘silêncio forçado’ de Lula sobre seu filme ‘é ensurdecedor’

“Em meio a uma enxurrada de comentários que recebo, me pergunto o que diria uma pessoa retratada no filme e que está presa numa solitária no sul do Brasil”, tuitou a diretora

Foto: Divulgação
A cineasta Petra Costa, autora do filme “Democracia em Vertigem”, que estreou nesta quarta-feira (19), na Netflix, se perguntou, nesta quinta-feira, em sua conta do Twitter, sem citar o nome, o que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acharia do filme: “o que diria uma pessoa retratada no filme e que está presa numa solitária no sul do Brasil” Em meio a uma enxurrada de comentários que recebo, me pergunto o que diria uma pessoa retratada no filme e que está presa numa solitária no sul do Brasil. Será que ele pode ver o filme? Será que já viu?...

A cineasta Petra Costa, autora do filme “Democracia em Vertigem”, que estreou nesta quarta-feira (19), na Netflix, se perguntou, nesta quinta-feira, em sua conta do Twitter, sem citar o nome, o que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acharia do filme: “o que diria uma pessoa retratada no filme e que está presa numa solitária no sul do Brasil”

“Em meio a uma enxurrada de comentários que recebo, me pergunto o que diria uma pessoa retratada no filme e que está presa numa solitária no sul do Brasil. Será que ele pode ver o filme? Será que já viu? Seu silêncio forçado é ensurdecedor. #DemocraciaEmVertigem

Foto: Divulgação

Em ‘Democracia em Vertigem’, Petra Costa se coloca como protagonista dos últimos acontecimentos, desde o golpe que depôs a presidenta eleita Dilma Rousseff, passando pela prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), até a eleição do político e ex-militar de extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL).

Veja também:  Ditadura Bolsonaro avança com Eduardo indicado para embaixador dos EUA

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Eu tinha 19 anos quando Lula foi eleito. Eu me lembro da euforia. Parecia um grande passo para nossa democracia. 20 milhões de pessoas saem da pobreza, a taxa de desemprego atinge o menor índice da história e o Brasil emerge como um dos protagonistas no cenário mundial. Para suceder, ele escolhe Dilma Rousseff, que se torna nossa primeira presidenta mulher. Parecia uma mudança de símbolos. Mas algo no nosso tecido social começa a mudar”, afirma Petra.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum