Blog do Rovai

25 de maio de 2017, 16h58

Aldo Rebelo está de saída do PCdoB e a caminho do PSB

A ida de Aldo para o PSB tem a ver com ação de Márcio França para fortalecer sua legenda no estado

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma e ex-deputado federal Aldo Rebelo está de saída do PCdoB. Seu destino seria o PSB, onde entraria a convite do vice-governador de São Paulo, Márcio França, com quem já teria mantido várias conversas.

Rebelo já teria avisado amigos da decisão e, entre outras coisas, tem afirmado que não tem mais identidade com o partido que ajudou a criar. A posição majoritária do PCdoB se choca em vários pontos com a dele.

No partido, havia a expectativa de que Aldo aguardasse o Congresso de novembro para decidir sobre a permanência ou saída da legenda, mas dada a crise política, sua decisão pode ser antecipada.

Aldo é filiado ao PCdoB desde 1977. Na reconstrução da UNE, em 1979, foi eleito secretário-geral da entidade. E em 1981 se tornou seu presidente.

A ida de Aldo para o PSB tem a ver com ação de Márcio França para fortalecer sua legenda no estado. França deve se tornar governador em abril, com a saída de Geraldo Alckmin para disputar outro cargo eletivo. Ou presidência da República ou o Senado.

Veja também:  Movimento Acredito entra em crise com voto de Tabata Amaral

Quem conhece França garante que ele não vai se contentar em ficar só com o resto do mandato de Alckmin. E que vai fazer de tudo para ser candidato a reeleição. Aldo seria um dos seus articuladores políticos à esquerda.

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum