Blog do Rovai

07 de maio de 2018, 15h13

Delação de Paulo Preto deve ser homologada no dia 14 e tende a implodir candidatura Alckmin

Os aliados de João Doria já estariam comemorando de forma discreta

Uma fonte da confiança do blogue garante que o acordo de delação de Paulo Vieira de Souza, conhecido no meio político como Paulo Preto, deve ser homologado no dia 14 próximo. E garante que seu conteúdo é explosivo e complica não só a trajetória política dos senadores José Serra e Aloysio Nunes Ferreira, como tem potencial para acabar com o sonho presidencial do ex-governador Geraldo Alckmin.

O fato de o acordo já estar em fase final de homologação é que está levando à divulgação de alguns fatos em conta gotas pela mídia tradicional, como as suas contas da Suíça

A provável intenção seria tirar os holofotes do conteúdo anti-Alckmin e jogar toda a responsabilidade dos esquemas de corrupção do ex-diretor da Dersa para Serra e Aloysio Nunes.

A nota da assessoria de Aloysio Nunes é clara ao apontar as digitais do vazamento e em dividir a batata quente com Alckmin: “Paulo Vieira de Souza não foi indicado pelo ministro Aloysio Nunes Ferreira para ocupar cargo na Dersa em 2007. O ex-diretor foi convidado em 2005 por Dario Rais Lopes, então secretário estadual de Transportes, para assumir a diretoria de relações institucionais da empresa no governo Geraldo Alckmin. E nela continuou no governo José Serra, tendo ocupado a diretoria de engenharia”.

Veja também:  A França ganhou do Brasil, mas as meninas me lembraram da ditadura nas escolas dos anos 70

Os aliados de João Doria já estariam comemorando de forma discreta a provável implosão da candidatura presidencial de Alckmin. Ele, que nunca desistiu de ser candidato a presidente, já estaria se assanhando pra herdar a vaga se o seu padrinho político vier a se inviabilizar com esta delação.

A bomba Paulo Preto que está acionada desde a eleição de 2010, quando Dilma o citou em debate contra Serra, pode explodir agora. E tornar a sucessão presidencial de 18 em algo ainda mais imprevisível.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum