Blog do Rovai

13 de maio de 2017, 09h57

Moro pode decretar prisão preventiva de Dilma e Zé Eduardo Cardoso

Como num jogo de xadrez, Moro primeiro avançaria sobre a rainha, pra depois dar o xeque mate no rei, que neste caso é o ex-presidente Lula.

 

Há na delação de Mônica Moura, esposa do marqueteiro João Santana, um trecho que pode vir a ser utilizado pelo juiz Sérgio Moro para decretar a prisão preventiva da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, na opinião de um importante advogado criminalista ouvido ontem pelo blogue.

Ele entende que o mesmo argumento que levou à prisão Delcídio do Amaral pode ser utilizado contra ambos. Eles seriam acusados de ter tentado atrapalhar as investigações da Lava Jato por terem revelado ao casal de marqueteiros informações de que estariam na mira da Operação. E no caso de Dilma, por ela tê-los orientado a destruir provas.

O ministro Edson Fachin encaminhou ontem o envio de trechos das delações de João Santana e Mônica Moura ao juiz federal Sérgio Moro.

O mesmo advogado considera que seria muito grave essa decisão de Moro, já que as provas apresentadas pelos marqueteiros para embasar a denúncia são extremamente frágeis. Mas na sua opinião o juiz curitibano pode fazer isso exatamente para testar qual seria a reação do PT e dos movimentos sociais.

Veja também:  Movimentos de direita que apoiam Moro ganham R$ 30 mil para produzir outdoors pró Lava Jato

Ou seja, como num jogo de xadrez, primeiro avançaria sobre a rainha, pra depois dar o xeque mate no rei, que neste caso é o ex-presidente Lula.

Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum