Blog do Rovai

17 de março de 2016, 20h18

Outro casal é agredido na Paulista e policiais não prendem os criminosos

A situação está sob descontrole total, mas não à toa. Há uma ação dirigida, inclusive, por governos. Um deles é o governo do estado de São Paulo.

=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/lBlqlPsxbOg” frameborder=”0″ allowfullscreen>

Mais um vídeo começa a ser divulgado nas redes socais de um casal que foi agredido.

Há pouco vi o de um menino de 17 ano que também foi agredido.

Muita gente está sendo agredida na Avenida Paulista.

E a turba que cerca e bate em transeuntes que não têm a cara típica dos coxinhas e que não gritam Fora Lula e Impeachment quando eles mandam, não são sequer repreendidos pelos policiais.

As cenas de ódio, xingamentos e gritos de ameaças de alguns desses golpistas são realizados na frente dos agentes de segurança pública. Você pode conferir neste vídeo que divulgo.

E o que eles fazem?

Apenas retiram o agredido, colocam no camburão e bye bye.

O amigo certamente já viu como a polícia lida com quem briga em campos de futebol.

Também já deve ter visto como ela age com professores quando eles reivindicam salários.

Ou mesmo como ela age nas periferias em festas funk ou de hip hop.

Essa polícia agora ficou doce.

Veja também:  Kennedy Alencar: "choro moça, sou homem que chora...."

Apenas retira o agredido. E deixa o agressor esperando a próxima vítima.

E a OAB, não vai se manifestar?

Vai assistir a isso sem pedir uma clara intervenção da Secretaria de Segurança Pública?

A situação está sob descontrole total, mas não à toa.

Há uma ação dirigida, inclusive, por governos.

Um deles é o governo do estado de São Paulo.

Alckmin está jogando álcool na fogueira.

Amanhã não será um dia fácil, mas fica cada minuto mais claro que o ato de amanhã tem que ser imenso.

Tem que ter muita, mas muita gente. Em todas as partes do país.

Eles precisam saber que este país não é um quintal do ódio.

E que não vai ter golpe. Que eles não passarão.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum