Blog do Rovai

05 de junho de 2015, 09h34

Qual entidade de direitos humanos que vai processar Daniel Barbosa?

Estou sinceramente começando a achar que a estupidez de alguns seres humanos está se se tornando barbárie. E quando isso começa a acontecer é preciso agir com rapidez.
O meu amigo de blogosfera, Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, postou ontem uma nota atordoante. Um ser de nome Daniel Barbosa, que milita num desses grupos de extrema-direita que babam preconceito e cuja tese fundamental e ameaçadora é de que o Brasil já vive numa guerra, foi a um posto de gasolina assediar um haitiano que trabalha no local. Junto com um amigo filmou toda a ação e postou no youtube. Você pode ver o vídeo aí embaixo.
Daniel infringiu a Constituição, como demonstra Kiko Nogueira em seu post.
A lei nº 7 716, de 5 de janeiro de 1989, em seu artigo 1º, diz que “serão punidos os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Portanto, isso engloba a conduta de segregar estrangeiros, que vem a ser delito inafiançável e imprescritível de acordo com a Constituição, artigo 5º, inciso XLII.
É urgente que entidades de direitos humanos ajam com rapidez procurando o haitiano que foi agredido por Daniel Barbosa (sim, amigos, isso é agressão) e ao mesmo tempo o processem porque a prova de sua ação criminosa é pública.
A punição da TV Bandeirantes no caso divulgado por este blogue não pode ser a exceção. Tem que se tornar a regra.
Esse tipo de gente que defende que o país está em guerra e que hoje sai às ruas com uma câmera e roupa estilo Bope está ganhando força e daqui a pouco eles vão sair às ruas de armas em punho atirando em estrangeiros de países pobres, negros, militantes de esquerda e e quem qualquer pessoa que, na lógica estúpida deles, represente uma ameaça.
Daniel Barbosa e sua turma é que são ameaças à democracia. E as leis do país impõem limites a isso. Elas precisam ser usadas em defesa do Estado de Direito. É hora da sociedade civil agir.

Veja também:  Censura a Miriam Leitão é ação da Ku Klux Klan ideológica tupiniquim

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum