Ativismo de Sofá

por Flávia Simas, Kel Campos e Thaís Campolina  

O que o brasileiro pensa?
25 de fevereiro de 2013, 01h08

O nosso aniversário é feito de agradecimentos.


Há alguns dias, o Ativismo de Sofá fez um ano de sua primeira publicação. Durante esse tempo, a gente percebeu que é complicado manter uma frequência de posts, a gente percebeu que nem sempre é possível ter paciência e tempo para participar dos debates nos comentários, muitas vezes a gente estará desgastada demais para escrever sobre assuntos que consideramos pertinentes e a gente percebeu o quanto nossos leitores e comentaristas tem a oferecer.

Mas o mais importante é notar como o blog acrescentou para nós. Nós aprendemos muito com as outras amigas e colaboradoras do blog, com os debates que tivemos nas elaborações de alguns textos, com a leitura de notícias e também com a troca de desabafos, casos, experiências e opiniões.

Provavelmente o melhor de todo o tempo de blog não é visível a todos, mas somente às colaboradoras e aos que convivem muito com elas. O blog nos permitiu estreitar nossos laços, aumentar a liberdade entre nós, dar mais chance para aprendermos umas com as outras e intensificar nossas trocas. Nós já mencionamos isso aqui, mas sempre é bom relembrar: tudo começou a partir de uma amizade de orkut. Somos as “MqNSP”, abreviação para “mulheres que não sabem provocar”. Nos unimos por saber que havia algo de muito errado no mundo. A Natália, participante da comu, nos deu a palavra que denomina exatamente qual é o problema: patriarcado.

MqNSP <3
A partir daí nós seguimos compartilhando idéias, experiências, leituras, inquietações. Várias meninas seguiram seus caminhos, algumas discordaram veementemente de nós (o que não quer dizer que não discordamos entre nós) e se foram, mas nós e a nossa amizade acabou perdurando. E o blog é resultado disso. Portanto, a gente agradece também a todas as “MqNSP”, por terem ensinado a todas nós o que é sororidade na prática. Especialmente à Gizelli, que colaborou conosco, fez parte do blog e foi fundamental para o Ativismo de Sofá.


Os debates com os leitores nos comentários, apesar de às vezes serem fonte de impaciência, foram muito acrescentadores. Ver os textos sendo compartilhados nas redes sociais nos fizeram sorrir, afinal, a gente escreve pra ser lido, né? Ver a intensa participação do projeto de envio de fotos “Free pussy riot”, que conquistou participação suficiente para até sermos entrevistadas, foi emocionante! 

Hoje é um dia para agradecer a todos que nos apoiam, nos leem, compartilham suas opiniões aqui no blog e queremos agradecer especialmente a todos que nos confiaram seus textos para guestpost. Taís Fantoni, Henrique Marques-Samyn, Cintia Farias, Natália Schmidt, Laís Rangel, Augusto Salla, Lídia FreitasAna (que não fez um guestpost propriamente dito, mas o comentário dela virou post) e a anônima e amiga que utilizou esse espaço pra denunciar a violência contra a mulher no transporte público, obrigada.

Escrito por Thaís e Flávia.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags