Ator da novela Chiquititas é inocentado da acusação de violência doméstica

Tribunal considerou que as ameaças de agressão feita pelo acusado faziam parte do contexto de “desgaste” do casamento

O ator João Gabriel Vasconcelos foi inocentado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) da acusação de ter praticado violência doméstica contra a sua ex-companheira, a modelo Jéssica Aronis.

João Gabriel Vasconcelos e a modelo Jéssica Aronis foram casados por quase seis anos, quando, em 2018, a modelo publicou em suas redes sociais um relato onde denunciava ter sido vítima de uma relação abusiva.

No processo, Aronis relata alguns episódios de violência que viveu com o seu ex-marido. Em uma delas, depois de uma reunião da empresa a qual eram sócios, Vasconcelos, descontrolado começou a gritar: “Porra, você está de brincadeira comigo? Quantas vezes eu já falei que você deve me atender quando eu chamo você?”.

Na sequência, ele teria agarrado o braço de Jéssica e a levado a força para uma sala e a empurrou sobre uma mesa. A cena só parou porque um funcionário interveio e chamou a Polícia Militar.

Além desses relatos, de acordo com levantamento do UOL, o processo tem anexado um áudio de uma conversa em que o ator faz ameaças à Jéssica Aronis. Gabriel Vasconcelos confirmou a autenticidade do áudio e afirmou que a as ameaças presentes nele, de que ia arremessar objetos em sua ex-esposa era uma “metáfora”.

O desembargador Laerte Marrone, relator do processo, declarou que nenhuma testemunha presenciou cenas de agressão e que, portanto, “não se pode chegar a uma conclusão segura sobre qual teria sido o exato comportamento do réu”, disse.

A respeito da gravação, o Tribunal afirmou que, por conta do desgaste da relação, as ameaças contidas na gravação soam mais como “bravata do que como uma efetiva promessa de mal à ofendida”.

“Ainda mais a se considerar que o ator disse que gostaria de atirar uma pedra, uma cama e um abajur contra a vítima o que parece não poder ser considerado, no contexto da causa, como uma ameaça séria”, decidiu o Tribunal.

Ainda cabe recurso.

Com informações do UOL.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR