BBB: Antes de ser eliminado, Rodolfo se desculpa por piada racista com João

Cantor sertanejo foi eliminado com 50,48% dos votos e deixa como legado piadas homofóbicas, racistas e a ideia equivocada de que as pautas antiopressão são "mimimi"

Antes de ser eliminado no paredão dessa terça-feira (6), o cantor sertanejo Rodolfo foi conversar com o João para se desculpar sobre a piada racista que fez sobre o cabelo do professor, quando afirmou que era parecido com o de um homem das cavernas.

“Elogiei você para a casa inteira, cara. Sua personalidade, seu talento, sua índole, seu jeito de ser. Eu não quero que fique nada mal resolvido entre a gente. Desculpa”, disse Rodolfo.

João, por sua vez, disse que não tinha uma resposta. “Está tudo bem, te desculpo porque eu não estou bem e não está nada bem. Mas acho que o tempo talvez resolva. Espero eu”, respondeu João.

Eliminado

A noite as previsões foram concretizadas e Rodolfo foi eliminado com 50,48%. Caio e Gilberto, que também estavam no paredão, tiveram 44,9% e 5,43% dos votos, respectivamente.

O cantor sertanejo só deve deixar saudades para o seu amigo Caio, de resto, Rodolfo deixa um legado de opiniões machistas, homofóbicas e não quando, posições reacionárias quando confrontado com as pautas de políticas da identidade e antiopressão.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).