BBB: Tulio Gadelha relaciona Sarah a Bolsonaro e bomba nas redes

Internautas estão chamando o próximo paredão de "a verdadeira escolha" difícil, pois será decidido entre dois bolsonaristas: Sarah (Miss Cloroquina) e Rodolfo (o Agroboy)

Não tem expressão melhor para definir a formação de paredão na edição desse domingo (29) do BBB21 senão “fogo no parquinho”. Com votação em aberto, ou seja, todo mundo escutou o voto e a justificativa do colega. Com isso, os ânimos se exaltaram entre os participantes e houve até mesmo declaração de guerra.

E quem acompanha o programa sabe que, em dia de paredão não se fala de outra coisa nas redes. E o deputado Tulio Gadelha (PDT-PE), que é um assíduo comentador de BBB entrou na dança e associou a emparedada Sarah a Bolsonaro e gerou uma baita discussão.

“Agora é votar pra tirar a Sarah com a mesma vontade que a gente quer tirar o Bolsonaro. Aqui é #TeamJuliette”, escreve Gadelha revelando a sua torcida pela sister Juliette que, até este momento é apontada como uma das favoritas.

Antes mesmo da formaçao do paredão, Gaelha já vinha associando Sarah a claque bolsonarista. “A Sarah tá pra pulseira branca assim como o Bolsonaro pra cloroquina. Doida pra usar mesmo sem saber as consequências”, comentou Gadelha apos Gil escolher Sara para ficar com a pulseira branca depois de atener o Big Fone.

Teve quem discordasse de Tulio

Alguns lembrar para o deputado que Rodolfo é homofóbico e bolsonarista

E teve quem apoiasse o voto do deputado em Sarah

A escolha realmente difícil

Logo depois que o paredão foi formado, os internautas correram para associá-lo ao famigerado editorial do Estadão de 2018, “A escolha difícil”.

Ironizando o texto da publicação, os internautas afirmara que agora sim o Brasil está diante de uma “escolha difícil”, pois, com a excessão de Juliette, o paredão será decidido entre dois bolsonaristas: Sarah (a miss cloroquina) e Rodofolfo (o agroboy homofóbico)

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).