Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

03 de abril de 2019, 21h12

Audiência na Câmara termina em confusão após bate-boca entre Guedes e Zeca Dirceu

Zeca Dirceu (PT-PR) disse que ministro é 'tigrão' com aposentados e 'tchutchuca' com a 'turma mais privilegiada'. 'Tchutchuca é a mãe, tchutchuca é a vó', respondeu Guedes

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

As trocas de farpas entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e deputados da oposição levaram ao encerramento, na noite desta quarta-feira (3), da audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara destinada a debater a Reforma da Previdência.

A audiência foi encerrada após mais de seis horas de duração, depois de uma confusão que se formou quando o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) afirmou que o ministro age como “tigrão” em relação a aposentados, idosos e pessoas com deficiência, mas como “tchutchuca” em relação à “turma mais privilegiada do nosso país”.

De imediato deputados começaram a cobrar de Dirceu decoro. O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), solicitou aos parlamentares respeito a Guedes.

“Você não falte com o respeito comigo. Tchutchuca é a mãe, tchutchuca é a vó”, disse Paulo Guedes a Zeca Dirceu fora do microfone.

Antes de encerrar, Felipe Francischini pediu a Paulo Guedes e a Zeca Dirceu que retirassem as palavras.

Também fora do microfone, Guedes apontou o dedo para Dirceu e disse: “Eu respeito quem me respeita. Eu respeito quem me respeita, e você não me respeita. Se você não me respeita, você não merece respeito”, afirmou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum