Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de março de 2019, 18h18

Deputado pede que Câmara repudie a comemoração do golpe de 64

"Determinar que se comemore isso é lamentável, antidemocrático e um alarmante sinal dos tempos absurdos que estamos vivendo" afirmou Camilo Capiberibe (PSB-AP)

Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

O deputado federal Camilo Capiberibe (PSB-AP) pediu nesta quarta-feira (24) ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que a Casa se manifeste oficialmente de forma contrária à determinação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de comemorar o golpe de 1964, a qual o congressista chamou de comemoração do arbítrio e da total quebra da institucionalidade.

“Determinar que se comemore isso é lamentável, antidemocrático e um alarmante sinal dos tempos absurdos que estamos vivendo. Essa Casa que representa a democracia, essa Casa que promulgou a Constituição Cidadã de 1988 não pode ficar em silêncio nesse momento”, afirmou o socialista.

Camilo lembrou que o presidente da Câmara nasceu no Chile por conta do exílio da sua família, perseguida pela ditadura civil-militar. Ele mesmo nasceu em território chileno, onde seus pais João e Janete e sua irmã Artionka estavam exilados.

Nessa terça o Ministério Público Federal criticou a comemoração do golpe de 64 sugerida pelo presidente: “O ato se reveste de enorme gravidade constitucional, pois representa a defesa do desrespeito ao Estado Democrático de Direito, já que celebra um golpe de Estado e um regime ditatorial que resultou em violações sistemáticas aos direitos humanos, além de crimes internacionais”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum