Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

12 de fevereiro de 2019, 14h27

Deputado protocola requerimento para convocar general a prestar contas sobre espionagem a católicos

Márcio Jerry quer que o ministro Augusto Heleno preste explicações das atividades de inteligência e espionagem sobre o "clero progressista" brasileiro

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) protocolou na manhã desta terça-feira (12) requerimento para convocar o ministro Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), para que ele preste explicações das atividades de inteligência e espionagem sobre o “clero progressista”, reveladas pelo Estadão no último domingo.

O vice-líder do PT, Paulo Teixeira, confirmou ao blog que também pretende protocolar esta semana pedido de explicações ao general.

Leia também: Após espionar “agenda progressista” Católica, Bolsonaro envia ministros para “militarizar” a Amazônia

Segundo a matéria do jornal, o Palácio do Planalto recebeu relatórios de inteligência com detalhes das reuniões de preparação do Sínodo da Amazônia, encontro religioso convocado pelo papa Francisco para outubro, em Roma, e tenta neutralizar o que considera uma brecha para críticas internacionais ao governo por parte de bispos brasileiros da Igreja Católica.

Ao blog Jerry destacou sobre a gravidade da situação envolvendo a suspeita de espionagem por parte de um órgão do Estado brasileiro. “É uma atividade aparentemente ilegal. Esta não é a finalidade da Abin, não é admissível que haja a transformação da Abin em polícia política”, ressaltou o congressista.

Em caso de aprovação do requerimento, o ministro é obrigado a aparecer à Câmara dos Deputados, podendo a sua ausência acarretar em crime de responsabilidade.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum