Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

O que o brasileiro pensa?
31 de maio de 2019, 06h09

Deputado quer que Weintraub esclareça “moeda de troca” para aprovar Previdência

Rosa Neide (PT-MT) acusa o ministro da Educação de usar emendas parlamentares para fazer barganha e pressionar senadores e deputados a votarem a favor da Reforma da Previdência

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal Bira do Pindaré (PSB-MA) apresentou nesta quinta-feira (30) um requerimento solicitando a convocação do ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, para prestar esclarecimentos sobre a denúncia feita pela deputada federal Professora Rosa Neide (PT-MT).

Segundo relato da parlamentar, o ministro declarou que o país está em crise, não tem dinheiro para nada, mas as emendas extras destinadas aos parlamentares que votarem a favor da reforma da Previdência poderiam ser direcionadas às universidades e aos institutos federais.

Ou seja, que a liberação de recursos para o ensino superior está subordinada ao voto pela aprovação da PEC da Previdência do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Eu fui testemunha ocular. Eu não li na Folha, não li no Globo, não li na Veja, não vi na televisão, não foi fake news. Estava ontem, às 9h da manhã, acompanhando os reitores das universidades públicas do estado de Mato Grosso, meu estado, juntamente com parte da bancada, senadores e deputados; e ele estava há 20 centímetros de mim”, relatou a congressista.

Não é de hoje que Weintraub faz chantagem em relação aos descontingenciamento de recursos. No início de maio em audiência no Senado ele condicionou a volta dos recursos à aprovação da Reforma da Previdência.

“Se a economia recuperar com a aprovação da Previdência, a gente descontigencia”, disse o ministro. “Se a gente não passar vamos para um estágio de estresse”. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) rebateu e chamou de “chantagem” estratégia do governo.

Rosa Neide acrescentou ainda que o chefe do MEC teria dito que seriam R$ 10 milhões para deputados e R$ 15 milhões para senadores. Segundo a parlamentar os repasses para universidades e institutos federais passam a ser moeda de troca na pressão pela aprovação da reforma.

Após qualificar a denuncia como gravíssima, o deputado Bira ingressou com o requerimento n° 77/2019 solicitando a convocação de Abraham Weintraub.

O deputado Sílvio Costa Filho, que presidia a sessão, garantiu que o requerimento estará na pauta da próxima sessão deliberativa da Comissão Especial.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum