Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

18 de abril de 2019, 12h25

Deputados querem convocar Ricardo Salles para explicar perseguição a servidores do ICMBio

Na última segunda, 15, o presidente do ICMBio, Adalberto Eberhard, pediu demissão após ameaças de Ricardo Salles a servidores

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), junto com o deputado federal Camilo Capiberibe (PSB-AP) apresentaram requerimento à Comissão de Meio Ambiente da Câmara para convocar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para que ele explique sua ordem de abrir processo administrativo contra servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

No último sábado, 13, em reunião com parlamentares da bancada ruralista, Salles ameaçou processar funcionários do ICMBio por não comparecerem ao evento. O problema é que era sábado, fora do horário de expediente, e os servidores sequer haviam sido convidados. A ameaça foi filmada.

“Gostaria que os servidores viessem aqui participar conosco. Não tem nenhum funcionário?”, questionou Salles ao microfone. “Na presença do ministro do Meio Ambiente e do presidente do ICMBio, não há nenhum funcionário aqui. Determino a abertura de processo administrativo disciplinar contra todos os funcionários”, acrescentou o ministro.

Na última segunda, 15, o presidente do ICMBio, Adalberto Eberhard, pediu demissão após as ameaças a servidores. “O processo administrativo disciplinar não se presta a perseguições ou vexames públicos”, apontam os congressista.

Os socialistas dizem que a medida de Salles constitui “assédio moral e infração ética”. O requerimento ainda precisa ser aprovado pela comissão para que o ministro seja obrigado a dar explicações.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum