Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de Maio de 2019, 11h03

Em visita surpresa à Câmara, Bolsonaro aparece para homenagear humorista do SBT

Visita de Bolsonaro à Câmara ocorre um dia após "pacto" entre poderes para tentar aprovar reformas. Presidente participou de sessão solene para o humorista do SBT Carlos Alberto de Nóbrega

Bolsonaro em homenagem a Carlos Alberto de Nóbrega na Câmara (Agência Câmara)

Em visita fora da agenda e sem avisar ninguém, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) apareceu de surpresa nesta manhã de quarta-feira (29) em uma sessão solene que homenageia, na Câmara dos Deputados, o humorista do SBT Carlos Alberto de Nóbrega. “Fiquei surpreso sim, ele não avisou a ninguém”, confirmou ao blog o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Questionado se a visita era um passo para amenizar o atrito entre os poderes, Maia defendeu que o presidente dialogue mais com deputados. “É importante o presidente estar próximo do parlamento. É preciso manter o ambiente descongestionado”, afirmou.

A visita de Bolsonaro ao Congresso ocorre um dia após a reunião entre os chefes de poderes propondo um “pacto” para aprovação de reformas. Onyx Lorenzoni, ministro-chefe da Casa Civil, disse que a visita surpresa “foi um gesto de carinho e respeito com o parlamento”.

Em uma agenda nesta manhã durante lançamento da Frente Parlamentar Mista da Marinha Mercante Brasileira, Bolsonaro disse “que tem a caneta mais poderosa” do que a de Rodrigo Maia. “Eu disse ao Rodrigo Maia: com a caneta eu tenho muito mais poder do que você. Apesar de você, na verdade, fazer as leis, né? Eu tenho o poder de fazer decretos. Logicamente, decretos com fundamento”, relatou.

Maia foi um dos primeiros da cúpula do Congresso a questionar a constitucionalidade de alguns decretos propostos por Bolsonaro, como o que ampliou direito a posse, porte e alterou as regras de comercialização de armas de fogo.

Depois das críticas, o presidente modificou o texto para impedir a compra de fuzis. Nesta terça (28) o ministro Onyx Lorenzoni foi convocado e deve comparecer semana que vem à Câmara para dar explicações aos parlamentares em relação ao decreto.

Questionado sobre a fala de Bolsonaro sobre a caneta mais poderosa, Maia disse que presenciou o encontro e não viu “maldade” por parte do presidente.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum