Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

15 de abril de 2019, 17h39

Governo é derrotado na CCJ e abre alerta para texto da Previdência

Partido do presidente, o PSL queria adiantar debate sobre Reforma da Previdência na CCJ, porém foi derrotado com ajuda da oposição e do Centrão

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Por 41 votos contra e 18 a favor, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados rejeitou, na tarde desta segunda-feira (15), requerimento do PSL para acelerar o debate em torno da Reforma da Previdência. O partido de Jair Bolsonaro queria evitar que a oposição e integrantes do Centrão discutissem antes a proposta que obriga a execução das emendas das bancadas estaduais inseridas na Lei Orçamentária Anual para ações específicas indicadas pelos parlamentares.

A proposta que amplia o orçamento impositivo já foi aprovada pelos deputados, em dois turnos de votação, mas retorna à Casa após ter sido alterada pelos senadores. O Palácio do Planalto queria prioridade em torno na discussão da Previdência e que a votação da constitucionalidade do texto ocorresse antes do feriado de sexta-feira (19).

Prevaleceu a vontade da oposição e do Centrão (grupo que reúne DEM, Solidariedade, PP, PR e PRB) em votar o orçamento impositivo, e com isso o governo saiu derrotado.

Se a oposição e o Centrão mantiverem as forças unidas, e o governo com articulação política capenga, é possível que a reforma nas aposentadorias seja derrotada antes mesmo de chegar ao Plenário. A conferir.

Veja também:  Consuelo de Paula é Maryákoré, Katxerê, Marielle da maré em novo álbum

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum