Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

22 de agosto de 2019, 16h35

Macron pede ao G7 reunião de emergência para tratar de queimadas na Amazônia

Em mensagem publicada no Twitter, Macron postou uma foto de um incêndio florestal e chamou as queimadas na Amazônia de "crise internacional" e "emergência"

Foto: Montagem

Em meio à pressão pelo crescente número de queimadas na Amazônia, o presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quinta-feira (22) que a cúpula do G7 precisa discutir os incêndios na Amazônia. O encontro está previsto para este fim de semana, em Biarritz, no sudoeste francês.

Em mensagem publicada no Twitter, Macron postou uma foto de um incêndio florestal e chamou as queimadas na Amazônia de “crise internacional” e “emergência”.

“Nossa casa queima. Literalmente. A Amazônia, o pulmão de nosso planeta, que produz 20% de nosso oxigênio, arde em chamas. É uma crise internacional”, escreveu.

Desde o início de 2019, o Inpe, responsável por monitorar os focos de queimadas no país, detectou mais de 72 mil pontos, especialmente em Mato Grosso, Pará, Rondônia e Amazonas. O número representa aumento de 83% em relação ao mesmo período em 2018.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum