domingo, 20 set 2020
Publicidade

“Maranhão será referência positiva para educação do Brasil”, diz ex-ministro Paim sobre Pacto pela Aprendizagem

Enquanto Brasília se vê imersa em prisões e inicia a embrionária discussão sobre a reforma nas aposentadorias, no Maranhão na última quarta-feira (20) o ex-ministro da Educação, José Henrique Paim (2014 a 2015), participou do lançamento do programa Pacto Estadual pela Aprendizagem, um acordo firmado entre o Governo e prefeituras para melhorar as condições de aprendizagem de mais de 1 milhão de alunos do Ensino Fundamental da rede pública.

“O Maranhão vai passar a ser uma referência positiva para a educação do Brasil, não tenho dúvidas. Saio daqui muito satisfeito com o que estamos vendo”, afirmou Paim.

Pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e integrante da equipe que, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), elaborou o Documento Currículo do Pacto, Paim destacou as etapas percorridas pelo estado, que com o Escola Digna iniciou os investimentos na estrutura física e agora passa a focar no ensino-aprendizagem para alunos do Ensino Fundamental.

“O Maranhão está no caminho certo porque está trabalhando, em primeiro lugar, na recuperação da estrutura física das escolas. Aqui era uma situação muito grave. Quando eu estava no Ministério da Educação, durante 11 anos, eu recebia fotos de vários Estados com a situação de carência de infraestrutura, e aqui era o pior estado”, destacou.

“Uma escola digna não é só infraestrutura é, também, aprendizagem, porque a criança e o jovem têm que ter o direito de aprender. E, sem dúvida alguma, para que eles tenham o direito de aprender, a gente precisa criar esse compromisso, esse pacto que estamos vendo aqui”, avaliou o especialista.

Com informações da Seduc-MA

George Marques
George Marques
Jornalista e Relações Públicas pela Faculdade JK de Brasília. É também especialista em comunicação pública e comunicação política no legislativo, tendo já sido indicado ao Prêmio Comunique-se de Jornalismo Político. Já trabalhou na cobertura de política para o site The Intercept Brasil e Metrópoles. É colunista da Fórum.