Blog do Mouzar

31 de outubro de 2011, 14h51

Podres poderes, podres deveres…

Poder Legislativo, Poder Executivo e Poder Judiciário: estão aí as raízes do mal, andei pensando.

Pensem comigo sobre a palavra “poder” nesse contexto:

O Poder Legislativo tem o poder de legislar. Quer dizer, ele “pode” legislar. O Poder Executivo, assim, “pode” executar. E Poder Judiciário “pode” fazer Justiça.

Ou seja: eles podem, mas só fazem se quiserem.

O Poder Legislativo “pode”, mas não legisla. A gente vê o que acontece no Legislativo e nota que deputados e senadores mais parecem delegados de polícia e juízes, passam a maior parte do tempo investigando crimes e mutretas. Fazem interrogatórios e julgam o tempo todo. Legislar fica para um segundo plano.

Um político pego com a mão na massa é investigado, julgado – não pelo Judiciário, mas pelo Legislativo – e às vezes substituído por outro igualmente suspeito, assim como parecem ser todos os políticos, dado o volume de escândalos cotidianos.

Bom, assim como no Legislativo, o Executivo “pode” executar as coisas que deve, mas se não quiser, não executa, pois ele apenas “pode”. E também o Judiciário “pode” fazer Justiça, mas pra começar, tem o sintomático “pode”, que significaria fazer isso se quiser.

Veja também:  Não basta ser obscuro, tem que louvar o obscurantismo

Tanto que a gente vê a Justiça faz o que pode contra uns e não faz nada contra outros.

E fora isso, tem o seguinte: as leis que o Judiciário usa são feitas por quem? São justas?

Quá quá quá!

Para começar, tem aquele velho ditado: “Lei, ora lei”. E tem aquela máxima também: “Para os amigos, tudo. Para os inimigos, a lei”.

Como mudar tudo isso?

De início, pensei que deveríamos substituir a palavra Poder por Dever: o Legislativo “deve” legislar, o Executivo “deve” executar e o Judiciário “deve” fazer Justiça.

Mas o problema não seria solucionado: quantos políticos e juízes fazem o que “devem”?

Mais outra proposta: nem “Poder” nem “Dever”, e sim “têm obrigação”.

Assim, em vez de Poder Legislativo etc., teríamos o “Tem Obrigação Legislativo”, o “Tem Obrigação Executivo” e o “Tem Obrigação Judiciário”. O Legislativo “Tem Obrigação” de legislar. O Executivo “Tem Obrigação de Executar” e o Judiciário “Tem Obrigação” de fazer justiça.

Mas… Esse pessoal cumpre a obrigação?

Estamos no mato sem cachorro.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum