terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Recanto das Abobrinhas V

Preguntas

(perguntas perfurantes)

 

 Francês falso pode ter sorriso franco?

 • • •

Tocador de clarineta pode viver na flauta?

• • •

Vale pra cego o ditado “quem viver verá”?

• • •

Pica-pau, que tem pica e tem pau, é duplamente macho?

 

Desaforismos

(aforismos meio desaforados)

 O buraco é mais em cima, disse-me a jogadora de basquete.

• • •

Se a Dilma dançar, o que temer? O Temer.

• • •

Mió do que uma muié, só duas muié.

Mió que duas muié, só um caminhão de muié.

(anônimo – Nova Resende)

• • •

Mens sana,

 in corpore cana

(Mário Pires)

 

Kai-kais

(desaforismos imitando haicais)

 

Expectativa no brejo:

Os sapos coaxam

Esperando a égua

 • • •

Deus é amor.

O diabo

É o atravessador.

• • •

Rezou por chuva,

Ela veio,

Ficou viúva.

 

Pós-conceitos

(conceitos que você não vai encontrar em nenhum dicionário)

 

Zuarte – modo como era chamado pelos bêbados o governador geral do Brasil, Duarte da Costa.

Recepção calorosa – maneira de receber inimigo: a gente passa fogo nele. Quer coisa mais calorosa?

Butano – o mesmo que colocando; gerúndio do verbo botar, segundo a pronúncia nordestina. O contrário de tirano.

Mouzar Benedito
Mouzar Benedito
Mineiro de Nova Resende, é geógrafo, jornalista e também sócio fundador da Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci).