sábado, 24 out 2020
Publicidade

Aposta de Bolsonaro nos mais pobres e no Nordeste pode ter dado ruim e 2021 vem aí….

Leia no Blog do Rovai: a Pesquisa Fórum já dá indicativos que 2021 tende a ser um ano muito difícil para o governo

A Pesquisa Fórum deste mês está sendo desembrulhada aos poucos, mas com as matérias já disponibilizadas, fica claro que a opção de Bolsonaro por tentar “roubar” o Nordeste do PT e ao mesmo tempo se tornar o pai dos pobres pode não ter dado os resultados esperados.

Além de ver seus índices de ótimo e bom caírem ligeiramente na avaliação geral de 37,5% para 34,9%, entre aqueles que ganham até 2 salários mínimos esse índice é ainda pior, 27,7%. Mostrando que o caminhão de dinheiro que foi injetado no auxílio emergencial pode ter dado uma aliviada na situação geral dos mais desassistidos, mas não convenceu este segmento de que Bolsonaro é um presidente ótimo e bom por conta por isso.

Por outro lado, no Nordeste, o ótimo e bom de Bolsonaro é de 24,5%, ou seja, 10% menor do que a média nacional.

Se esta 6ª Pesquisa Fórum é um balde de água fria no ânimo presidencial de se tornar um Lula de extrema-direita, também desmonta a base da análise que vinha sendo utilizada por muitos do que estão no debate político. Não, os mais pobres e os nordestinos não estão exatamente à venda como alguns imaginaram.

As políticas que tornaram Lula um campeão de votos neste segmento e nesta região do país em especial tem a ver com uma série de políticas públicas, como o Luz Para Todos, o Programa de 1 milhão de Cisternas, o aumento do Salário Mínimo, o Farmácia Popular, o Minha Casa Minha Vida, a transposição do Rio São Francisco etc.

Esses programas junto com o Bolsa Família é que levaram Lula a ter 87% de ótimo e bom no seu último mês de governo em 2010.

Ainda é cedo para cravar que a estratégia de Bolsonaro deu com os burros n’água. Mas, ao mesmo tempo, como o fim do auxílio emergencial, a crise no preço dos alimentos da cesta básica, o aumento do desemprego e a bagunça na economia, a Pesquisa Fórum já dá indicativos que 2021 tende a ser um ano muito difícil para o governo.

Se com um auxílio de 600 reais e 1,2 mil reais Bolsonaro só conseguiu levar os seus índices para algo próximo de 1/3 do eleitorado, com o renda cidadã tendo um valor menor, por que ele conseguiria números mais alvissareiros?

Renato Rovai
Renato Rovai
Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.