Blog do Rovai

03 de dezembro de 2014, 13h25

Aécio Neves agradece os votos de BH em vídeo com dono de O Estado de Minas

"Olá minha gente, tô aqui recebendo o André, o Zeca e quero agradecer: agradecer muito a vocês, ao grupo de WhatsApp de Belo Horizonte, vocês fizeram a diferença

aécio e zecaAs eleições já acabaram há mais de um mês, mas o clima de confrontação estimulado por Aécio parece estar longe de terminar. Nesta semana ele afirmou em entrevista que não perdeu as eleições para um partido político, mas sim para uma organização criminosa. Eleitores de Dilma estão se mobilizando para um processo coletivo na justiça. Ontem, segundo deputados, senadores e jornalistas, o PSDB teria estimulado a confusão que levou a senadora do PCdoB, Vanessa Graziotin, a ser agredida de forma bizarra. Como disse o presidente do PT, Rui Falcão,”o fracasso subido à cabeça de Aécio”.

Mas nem por isso, a luta terminou. Nem a parcialidade da imprensa mineira.

O blog recebeu um vídeo onde o tucano envia um recado de agradecimento a um grupo de WhatsApp, que teria sido “importantíssimo” para Aécio durante sua campanha presidencial. Ao seu lado está Geraldo Teixeira da Costa Neto, o “Zeca” – filho de Álvaro Teixeira da Costa, presidente da Diários Associados, que é  responsável pelo Estado de Minas, um dos jornais que mais fizeram campanha pelo tucano – e André Lamounier, da revista Encontro, que também pertence ao Estado. Zeca chegou, inclusive, a convocar seus funcionários a irem para as ruas  em apoio ao tucano. Durante a corrida presidencial, o herdeiro e diretor-executivo do jornal havia dito, poucos dias antes da eleições, que Lula era um “cachorro” e que Dilma Rousseff não teria “governabilidade”.

O tal de André começa o vídeo – que comprova que a cumplicidade entre a mídia tradicional mineira e o tucano continua firme – dizendo que a eleição já acabou há algum tempo, “mas nosso grupo de WhatsApp não. Ele continua forte e operante”. Depois de mostrar Zeca, o celular filma Aécio, que então manda o seu recado especial:

“Olá minha gente, tô aqui recebendo o André, o Zeca e quero agradecer: agradecer muito a vocês, ao grupo de WhatsApp de Belo Horizonte, vocês fizeram a diferença… o resultado…se em Minas não foi o que nós esperávamos, em Belo Horizonte foi extraordinário. E é muito importante que essa mobilização que começou na campanha, continue. Política a gente faz não é só na véspera das eleição não, portanto eu quero agradecer mais uma vez o empenho de vocês, a forma como vocês, se vincularam a esse nosso projeto. E vamos continuar juntos porque, a luta só tá começando”.

O vídeo não tem pretensões, afinal, foi distribuído pelo WhatsApp – onde nenhum segredo é mantido por muito tempo. Mas relembrando os últimos dias antes da votação, em 26 de outubro, – talvez coubesse duas perguntas curiosas ao leitor: quem mais estaria nesse seleto grupo de WhatsApp e o qual foi o tipo de “política” que eles fizeram às vésperas da eleição que fez (ou deveria ter feito?) para Aécio? Fernando Pimentel não vai ter vida fácil pela frente. Esse vídeo é a senha.

 

Veja também:  Tic tac: Amazônia em chamas torna impeachment de Bolsonaro uma questão de tempo

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum