Blog do Rovai

29 de agosto de 2011, 13h55

Assessor de Temer se irrita com blogueiro e diz que vice-presidente não vai falar

O assessor de imprensa da vice-presidência, Márcio de Freitas Gomes, disse que Michel Temer “não vai falar” sobre caso do vídeo onde prefeito de Capivari Luis Donisete Campaci relata favorecimento na outorga de uma rádio comunitária para a cidade de Rafard.

O assessor de Temer ainda afirmou que o processo de outorga “demanda tempo e que não aconteceu em 1 dia”. Disse ainda que o vice-presidente respeita a legislação e que não teria enviado bilhete, mas sim um ofício. E que isso poderia ser verificado no ministério das Comunicações.

O assessor num dado momento passou a gravar a entrevista porque considerou as perguntas deste insignificante blogueiro pouco pertinentes e talvez um tanto desequilibradas. Aliás, este insignificante blogueiro teve de ouvir do assessor que não conhece Brasília e nem como se dão os processos administrativos para outorga de uma rádio comunitária.

Este insignificante blogueiro (como a conversa foi gravada pode ser divulgada pelo assessor) lembrou-o que ele se tratava de um servidor público e que estava sendo tratado com respeito. Ou seja, que este insignificante blogueiro esperava o mesmo tratamento de tão especial assessor.

Veja também:  É possível mirar na cabecinha, mas não dá pra ver se a arma é de brinquedo?

As perguntas que irritaram o assessor eram se o vice-presidente teve acesso ao vídeo e se poderia se posicionar sobre o caso. Ao fim o assessor respondeu que o vice-presidente não falaria sobre o caso, que só a assessoria responderia e que provavelmente o prefeito de Capivari teria usado “de figura de linguaguem”.

O vídeo pode ser acessado no post abaixo. O leitor pode decidir se considera a fala do prefeito “figura de linguagem”.

Este insignificante blogueiro está entrando em contato com o ministério das Comunicações para obter informações sobre o processo da outorga da Rádio R, de Rafard.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum