Blog do Rovai

11 de outubro de 2010, 21h35

Serra privatizou a Vale e defendeu a venda da petrolífera argentina

Brastra.gif (4376 bytes) Presidência da República
Subchefia para Assuntos Jurídicos

DECRETO Nº 1.510, DE 1º DE JUNHO DE 1995

  Dispõe sobre a inclusão, no Programa Nacional de Desestatização (PND), da Companhia Vale do Rio do Doce (CVRD)
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 8.031, de abril de 1990,
DECRETA:
Art. 1º Fica incluída no Programa Nacional de Desestatização (PND), para os fins da Lei nº 8.031, de 12 de abril de 1990, a Companhia Vale do Rio Doce -(CVRD).

Art. 2º As ações representativas das participações acionárias na sociedade referida no artigo anterior, de propriedade da União e das entidades da Administração Pública Federal indireta abrangidas pelo Decreto nº 1.068, de 2 de março de 1994, deverão ser depositados no Fundo Nacional de Desestatização – (FND), no prazo máximo de cinco dias, contados da data de publicação deste Decreto.

Art. 3º Fica a CVRD dispensada de observar o disposto no § 1º , alínea d, do art. 54 do Decreto nº 1.204, de 29 de julho de 1994, no que diz respeito à elebração ou repactuação de contratos de financiamentos ou de acordos comerciais por prazo superior a três meses.

Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 1º de junho de 1995; 174º da Independência e 107º da República.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
Raimundo Brito
José Serra

Se você quiser conferir o link, ele pode ser acessado no site do governo federal.

O candidato tucano também defendeu em entrevista a revista Veja a privatização da empresa petrolífera argentina. Ou seja, a Petrobras deles. Veja o fac-simile da revista.

O Serra pode até não gostar desse seu passado privatista, mas não pode dizer que isso é crítica pessoal ou que seja algo que não tenha relação com o debate político. A dica foi do Dr. Rosinha, deputado federal pelo PT-PR.

Veja também:  Tic tac: Amazônia em chamas torna impeachment de Bolsonaro uma questão de tempo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum