Tantas outras concessões não-renovadas

Dando continuidade àquela nota que publiquei sobre as 141 concessões não-renovadas ou cassadas nos EUA desde a existência do Departamento de Documentação naquele país, o jornalista que fez o levantamento, o chileno Ernesto Carmona, agrega ainda outras informações, tanto sobre os EUA como a respeito de casos semelhantes em outros países. Ao leitor, agrego, que […]

Dando continuidade àquela nota que publiquei sobre as 141 concessões não-renovadas ou cassadas nos EUA desde a existência do Departamento de Documentação naquele país, o jornalista que fez o levantamento, o chileno Ernesto Carmona, agrega ainda outras informações, tanto sobre os EUA como a respeito de casos semelhantes em outros países.

Ao leitor, agrego, que não sou dos que acham que uma ação justifica a outra, mas quero chamar a atenção para a ideologização da repercussão do caso RCTV. O barrulho não se deve a não-renovação, mas ao fato de que grupos midiáticos e econômicos internacionais querem porque querem derrubar Chávez.

INGLATERRA – O governo Margareth Thatcher cancelou a concessão de uma das maiores estações de TV do país. Argumentou, simplesmente, que ‘se tiveram a estação de TV por 30 anos, por que deveriam ter um monopólio?‘.

Também no Reino Unido, a autoridade estatal decretou em março de 1999 o fechamento temporário do MED TV, canal 22; em agosto de 2006 revogou a licença da ONE TV; em janeiro de 2004, a licença da Look 4 Love 2; em novembro de 2006, a da StarDate TV 24; e em dezembro de 2006 revogou o canal de televendas Auctionworld.

CANADÁ –A Country Music Television teve a concessão revogada em 1999.

ESPANHA – A Espanha revogou em julho de 2004 a concessão da TV Laciana (um canal a cabo) e em abril de 2005 a das emissoras de rádio e TV de sinal aberto em Madri; e em julho de 2005, determinou o fechamento da TV Católica.

FRANÇA – A França revogou a licença da TV Al Manar; em dezembro de 2005 e fechou a TF1, por ter colocado em dúvida a existência do Holocausto.

IRLANDA – A Irlanda revogou em 1990 a licença para a TV3 iniciar suas transmissões.

Publicidade

RÚSSIA – A Rússia em agosto de 2000 fechou uma emissora de TV por divulgar publicidade subliminar. Já em março de 2006 fechou a TV6.

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR