Três meses de acampamento: resistência histórica na Praia do Flamengo

A UNE e a UBES completaram em maio mais de três meses de acampamento armado no terreno da Praia do Flamengo, número 132, no Rio de Janeiro. O espaço, "ao lado do Boteco da Praia", como muitos cariocas identificam o local, tornou-se referência entre os moradores e os próprios freqüentadores do bar. Com ousadia e […]

A UNE e a UBES completaram em maio mais de três meses de acampamento armado no terreno da Praia do Flamengo, número 132, no Rio de Janeiro. O espaço, "ao lado do Boteco da Praia", como muitos cariocas identificam o local, tornou-se referência entre os moradores e os próprios freqüentadores do bar. Com ousadia e criatividade, cerca de 30 estudantes mantêm a ocupação viva, realizando uma programação cultural diária. Neste mês, diversas atividades fazem parte do cardápio, incluindo teatro, música, circo, cinema, poesia, samba e "caldinho de feijão". Isso mesmo. Aos domingo o cavaquinho chora, a roda se abre, e o pandeiro come solto, tudo acompanhado do tradicional prato da culinária boêmia.

A movimentação cultural que por lá acontece é realizada pelo Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA), o projeto cultural da UNE, com apoio da União Estadual dos Estudantes (UEE-RJ), Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas (Ames-RJ) e DCE da UFRJ.

Leia mais no portal Estudantenet

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR