Blog do Rovai

Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de agosto de 2019, 14h22

Fim de jogo: Dallagnol acabou com a matéria do El País

Se ele tinha alguma chance de defesa no Conselho do Ministério Público (CMP) e nos prováveis processos que sofrerá no STF, elas acabaram de descer pelo ralo. Pelo ralo fétido da narrativa de cidadão de bem que ele ajudou a construir

Foto: Reprodução/YouTube

O El País publicou uma reportagem que encerra de vez o jogo para o chefe da Lava Jato, Deltan Dallagnol. Se ele tinha alguma chance de defesa no Conselho do Ministério Público (CMP) e nos prováveis processos que sofrerá no STF, elas acabaram de descer pelo ralo. Pelo ralo fétido da narrativa de cidadão de bem que ele ajudou a construir.

Uma troca de mensagens no grupo Filhos de Januário 4 revela que o procurador buscou informações na Suíça que pudessem incriminar o ministro Gilmar Mendes.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Goste-se ou não de Mendes, isso é crime funcional. Um procurador de 1ª instância não pode investigar em hipótese alguma um ministro do Supremo.

Mais do que isso, o ato em si justifica não só o afastamento do Harvard boy de Curitiba do comando da força-tarefa, mas sua expulsão do MP. E permite um processo criminal pela sua conduta, porque a troca de mensagens mostra que há clara tentativa de violação de sigilo bancário de um ministro da Suprema corte.

A partir de agora, Dallagnol já é carta fora do baralho. E tudo que pesa contra ele passará a ser uma questão de tempo para levá-lo a várias condenações e punições. De pouco tempo.

O relógio já não está mais com o cronômetro ajustado para ele. Passa para outro personagem, Sergio Moro.

Com a desmoralização completa da Lava Jato, o ministro justiceiro se tornará um peso para Bolsonaro. Com jeito, mas com destreza, o presidente ditador vai se livrar dele, da mesma forma que a ditadura se livrou de muitos que lutaram pela democracia.

Em breve, Moro será vítima de seus supostos aliados e Dallagnol não será mais nada, além de réu em vários processos.

O tempo é o senhor da razão. Pode demorar um pouco mais ou pouco menos, mas para a história personagens como Dallagnol serão sempre uns canalhas, canalhas, canalhas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum