Blog do Rovai

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de março de 2020, 21h03

Fuga em massa de presídios pode ser armadilha para golpe de Bolsonaro

Gerar uma crise de violência neste momento, pode fazer com que parte da população peça o controle total das Forças Armadas.

Jair Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR

Quem está por trás da fuga em massa de presídios de São Paulo? O PCC? Se isso for verdade significa que o grupo comanda com mãos de ferro as prisões de São Paulo. É algo gravíssimo, mas muito estranho.

Se isso não for verdade, um locaute de policiais e carcereiros estaria por trás do movimento. Ou seja, eles organizaram as fugas.

Mas com que objetivo fariam isso? Por que policias e carcereiros liberariam presidiários num momento desses? Estariam preocupados com a situação desses brasileiros que ficam amontoados em condições subumanas e com os riscos que ele correriam com a disseminação do Coronavírus?

Não parece algo lógico.

Sendo assim, o que parece é haver um movimento por trás dessas fugas que ainda não está claro. Mas que interessa pouco ao governador João Dória e muito a alguém que possa vir a intervir no Estado de São Paulo se a situação se agravar. Ele mesmo, o presidente da República Jair Bolsonaro.

Exatamente no momento em que está todo mundo preocupado com a saúde pública, Bolsonaro pode estar articulando a modulação de um regime de força para que ele tenha muito mais poder. Com a colaboração de estruturas policiais.

Gerar uma crise de violência neste momento, pode fazer com que parte da população peça o controle total do país pelas Forças Armadas.

Isso pode fazer com que o obscurantista ministro da Justiça Sérgio Moro encaminhe ao Congresso uma proposta de Estado de Defesa, mais popularmente conhecido por Estado de Sítio. Onde os direitos vão todos para a casa do chapéu, como diria o velho.

O Congresso ficaria numa situação complicada para negar o Estado de Defesa ao governo federal, já que com presos soltos nas ruas e o Coronavírus se espalhando em velocidade geométrica, haveria um clamor popular por ordem. Viesse de onde ela viesse.

O que está claro é que essa fuga de presos em São Paulo é mais surpreendente do que a disseminação do Coronavírus. E se ela não for controlada rapidamente, algo muito pior pode vir.

Não desconsideraria a hipótese de o governo Bolsonaro estar por trás disso se fosse o governador João Dória. E se fosse ele, reagiria imediatamente se soubesse de qualquer coisa neste sentido.

Dória precisa falar rapidamente. E agir.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum