Blog do Rovai

No rastro do óleo do Nordeste
08 de novembro de 2019, 08h31

Lula Livre mistura as peças e vira o Jogo Brasil de cabeça para baixo

Lula sai da cadeia de Curitiba melhor do que entrou. Não vai titubear em pegar o bicho pelos chifres e fazer o que estiver ao seu alcance para tirar o país da situação atual. O Brasil será disputado em cada esquina. E o projeto neoliberal não será enfiado goela abaixo da forma como vinha sendo

Lula (Ricardo Stuckert)

Não se engane, Lula não será uma peça a mais no Jogo Brasil. Talvez você não saiba, mas existe um jogo com este nome. Que é jogado desde que as primeiras caravelas chegaram por aqui. Talvez até existisse antes e o nome fosse em Guarani, Tupinambá, Tupiniquim. E as regras, outras.

Mas a entrada no tabuleiro de bigodudos não afeitos a banho, trouxe nova característica à disputa.

A elite entrou em campo sedenta pelas riquezas deste novo lugar. E, primeiro, decidiu matar os que nesta terra estavam pra poder fazer seu trabalho de expropriação de forma mais tranquila. Depois trouxe negros pra escravizar e até pobres da Europa foram “convidados” pra trabalhar aqui em condições desfavoráveis.

Mas não é isso que importa agora. E sim que com Lula Livre as contradições desta sociedade de imensas injustiças aflorarão. Aquele grito estancado no peito de muitos que se sentiam desalentados pode ser posto pra fora, aquela coragem suprimida pelas decepções pode ir à rua.

Lula se constituiu aos poucos desde o final da década de 70 como a referência de boa parte do povo brasileiro. Sua voz rouca é o que mais perto chega daquilo que se convencionou chamar de a voz das ruas.

E isso tende a colocar o Brasil num novo momento a partir da hora que ele botar o pé pra fora daquele lugar onde nunca deveria ter passado uma noite sequer. Com base em que digo isso?

Em algumas evidências que vou elencar aqui:

1) Há nos setores populares uma percepção crescente de que Bolsonaro traiu os pobres. E que governa para os ricos. Pesquisas qualis feitas para disputas municipais já mostram claramente isso. A queda de audiência no Domingo Espetacular no momento de sua entrevista também tem a ver com isso. Quem assiste o programa é majoritariamente das classes C, D e E.

2) Nos setores médios já é imenso o sentimento de que Bolsonaro é uma ameaça à democracia entre aqueles que prezam algum nível de liberdade. Isso é fogo no palheiro. Se alguém souber onde jogar fosforo, o fogo pega que é uma beleza. Lula sabe.

3) E mesmo nas elites já se conversa sobre como é possível governar sem Bolsonaro, mas com o programa dele que é operado por Paulo Guedes.

4) Bolsonaro está cada vez mais restrito à Lava Jato, Forças Armadas e grupos evangélicos. É verdade que ainda conta com o setor financeiro, mas já sem a empolgação de meses atrás.

Ou seja, o governo está num momento de viés de baixa com forte projeção para não se recuperar mais.

Quando isso acontece, o que um país precisa é de uma alternativa. De alguém que aponte um outro rumo. De alguém que coloque as ruas em ação.

Sem titubear digo: este alguém é Lula.

Ele sai da cadeia de Curitiba melhor do que entrou. Muito mais culto, mais talhado pelos dissabores da vida. E com sangue nos olhos.

Não vai titubear em pegar o bicho pelos chifres e fazer o que estiver ao seu alcance para tirar o país da situação atual.

E isso vai virar o jogo de ponta cabeça.

O Brasil será disputado em cada esquina. E o projeto neoliberal não será enfiado goela abaixo da forma como vinha sendo.

Ou seja, 2020 será bem diferente. Não só, mas também do ponto de vista eleitoral. Lula será o condutor de todo um campo político e tende a arrancar resultados muito melhores do que os previstos atualmente para o PT, PSOL, PCdoB e outros aliados.

Porque Lula Livre reacende a chama de um Brasil que dorme, mas não está morto e é muito melhor do que o atual.

O jogo virou e agora a bola tá com Lula. Quem viver, verá.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum