Blog do Rovai

06 de fevereiro de 2019, 17h01

Blog do Rovai – Lula só sai da cadeia morto ou resgatado pelas ruas

A institucionalidade pura é o caminho do abismo nos dias de hoje. Apostar apenas nela levará ainda muitos outros líderes a terem o mesmo destino de Lula

Foto: Ricardo Stuckert

A forma como foi novamente condenado em tempo recorde por ser considerado dono de um imóvel em Atibaia que não está em seu nome, mostra que Lula não tem chance alguma de se defender do “lawfare” a que está submetido.

Leia também: Lula é condenado a 12 anos e 11 meses de prisão em processo do ‘sítio de Atibaia’

Seus processos são tratados de maneira nunca vista nos ritos jurídicos brasileiros. Avançam com uma rapidez imensa. Enquanto Paulo Preto, Serra, Aloysio Nunes, Aécio, Temer, Flávio Bolsonaro e outros com provas robustas se divertem livres leves e soltos por aí.

Essa nova condenação só deixa ainda mais claro que não será com protestos de advogados ou textos bem-intencionados como este que o ex-presidente da República escapará da morte no cárcere.

Lula só conseguirá a liberdade se as ruas virarem o jogo.

Não falo de uma tomada da bastilha, porque isso é impossível no Brasil de hoje.

Mas de uma reviravolta política de monta que traga instabilidade ao regime Bolsonaro/Moro. Enquanto isso não acontecer, Lula ficará restrito à solitária da PF.

Veja também:  Com Tábata Amaral, maioria do PDT vota a favor de MP que libera trabalho aos domingos

É triste que isso aconteça, mas a realidade nem sempre é divertida ou feliz.

A institucionalidade pura é o caminho do abismo nos dias de hoje. Apostar apenas nela levará ainda muitos outros líderes a terem o mesmo destino de Lula.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum