O poder civil tem que calar a boca e interditar esse brigadeiro de merda

Carlos Almeida Baptista Júnior tem que ter sua patente cassada pelo STF e pela Justiça e tem que ser enviado para a reserva

O chefe militar da Aeronáutica, Carlos Almeida Baptista Júnior., deu entrevista ao jornal O Globo onde faz ameaças claras à democracia.

Ele disse que a nota conjunta das Forças Armadas e do Ministério da Defesa com ataques ao presidente da CPI do Genocídio, Omar Aziz (PSD-AM), é um “alerta às instituições” e frisou que “homem armado não ameaça” ao ser indagado sobre a possibilidade de um novo golpe no país.

É inaceitável que essas declarações não levem à sua interdição.

Esse senhor tem que ter sua patente cassada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pela Justiça e tem que ser enviado para a reserva. Sua boca deve ser calada para que não se corra o risco de que suas ações tenham que ser confrontadas em meio a muito sangue.

O Brasil não é uma republiqueta. É uma nação continental no qual as Forças Armadas têm um papel claro. Que não é o de ameaçar o Congresso e o STF.

A popularidade de Bolsonaro nunca esteve tão baixa. Esse é o momento propício para aceitar o troco dos militares e gritar 6. Se isso não for feito agora pode ficar tarde pra fazer algo depois. Cala a boca, brigadeiro.

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR