Renuncia ou impeachment: Lula acerta o tom da oposição

Hoje, enquanto Lula falava, o Jornal Nacional fazia a sua mais dura edição contra Bolsonaro. E ao mesmo tempo, o país explodia no seu maior panelaço.

Numa live nesta noite com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, Lula acertou o tom da oposição. “Bolsonaro não tem condições psicológicas de governar o país”, disse.

E acrescentou: “Ou ele renuncia ou tem que ter impeachment”.

Palmas para Lula. Uma imensa salva de palmas.

Acabou o tempo de fazer de conta que a oposição não é oposição. Chegou a hora de quem não sabe brincar não descer para o play.

Bolsonaro cometeu muitos crimes nos últimos tempos e está jogando o país numa loucura genocida. Ou a oposição vai à luta para interromper isso ou será atropelada pelos fatos.

Hoje, enquanto Lula falava, o Jornal Nacional fazia a sua mais dura edição contra Bolsonaro. E ao mesmo tempo, o país explodia no seu maior panelaço.

Infelizmente um processo de impeachment foi usado para um golpe há poucos anos. Mas isso não pode nos furtar de tomar a decisão certa.

Como disse Lula, Bolsonaro não tem mais do condições psicológicas e nem políticas.

“Os partidos políticos, não apenas os de esquerda, todos do Congresso Nacional devem começar a discutir muito seriamente o que vai acontecer com o Bolsonaro.”

Sendo assim, é hora de ir pra cima. Impeachment já.

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.